Menu
Busca sexta, 17 de agosto de 2018
(67) 9860-3221
ÁLCOOL E DROGAS

Projeto quer escolas mandando alunos flagrados embriagados para tratamento

12 setembro 2017 - 15h05

As escolas públicas ou privadas de Mato Grosso do Sul poderão ser obrigadas a encaminhar crianças e adolescentes sob efeito de álcool e/ou drogas aos Centros de Atenção Psicossocial (Caps). A proposta é tema de Projeto de Lei (PL) apresentado na sessão desta terça-feira (12/9) na Assembleia.

De acordo com o projeto, a medida é válida a todo jovem encontrado nas dependências do estabelecimento de ensino, aparentemente embriagado, usando ou sob efeito de entorpecentes, inclusive cigarro.

A proposta ainda determina que eles terão atendimento prioritário nos Caps e serão, se necessário, imediatamente encaminhados para médico, psicólogo ou psiquiatras.

"O número de crianças e adolescentes consumindo álcool e drogas é crescente, e isso pode causar danos irreversíveis. Somente proibir que bebam ou usem drogas não adianta. É preciso garantir o atendimento, a fim de diminuir o risco desse menor se tornar viciado, diminuindo com isso os índices de violência e criminalidade. É dever do Estado proteger a juventude", diz a justificativa.

O projeto agora segue para análise da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), antes de ser votado em plenário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Gracyanne Barbosa ousa em posição e deixa bumbum em evidência
ASSEMBLEIA
Projeto aprovado eleva Comarca de Rio Verde à categoria de segunda entrância
TECNOLOGIA
Anatel abre consulta pública sobre uso de faixa de frequência para 5G
JUCEMS
MS abriu mais de 500 empresas em julho
FLAGRANTE
Polícia prende em Corumbá foragido da Justiça do Maranhão
ELEIÇÕES 2018
TSE nega participação de Lula em debate na TV amanhã
ESPECIALIZAÇÃO
IFMS abre matrícula para especialização em Docência para Educação Profissional
ENSINO SUPERIOR
Estudantes que vão concluir graduação já podem se cadastrar no Enade 2018
REAJUSTE SALARIAL
Frentistas de MS tentam reajuste salarial desde 1º de março
COTAÇÕES
Dólar tem leve alta e volta ao patamar de R$ 3,90 com incerteza eleitoral

Mais Lidas

DOURADOS
Madrasta de criança morta é autuada por homicídio
DOURADOS
Além da madrasta, delegado autua o pai e ambos responderão pela morte de criança
DOURADOS
Criança de 1 ano teve trauma no tórax e laceração hepática
DOURADOS
Criança possuía lesões na cabeça e pescoço e polícia investiga o caso