Menu
Busca segunda, 22 de julho de 2019
(67) 9860-3221
LEGISLATIVO

Projeto que isenta mesários de taxa de concursos públicos pode ser votado hoje na Assembleia

06 junho 2019 - 08h49Por Da Redação

Os deputados da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS) devem apreciar quatro projetos em segunda votação e um em redação final nesta quinta-feira (6). O Projeto de Lei 5/2019, do deputado Zé Teixeira (DEM), dispõe sobre a isenção do pagamento de valores a título de inscrição em concursos públicos no âmbito do Estado de Mato Grosso do Sul, para os eleitores convocados e nomeados, que tenham prestado serviço eleitoral.

O documento tem pareceres favoráveis da Comissão de Serviço Público, Obras, Transporte, Infraestrutura e Administração e da Comissão de Finanças e Orçamento.

Também consta na pauta o Projeto de Lei 47/2019 que institui a Semana Estadual de Enfrentamento à Tríplice Epidemia: Dengue, Zika e Chikungunya. A proposta do deputado Renato Câmara (MDB) obteve pareceres favoráveis da Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia e da Comissão de Serviço Público, Obras, Transporte, Infraestrutura e Administração.

De autoria do Poder Executivo, o Projeto de Lei 84/2019 altera dispositivo da Lei nº 2.387, de 26 de dezembro de 2001, que fixa a remuneração dos cargos integrantes do Grupo Ocupacional Tributação, Arrecadação e Fiscalização - TAF, e dá outras providências. A Comissão de Serviço Público, Obras, Transporte, Infraestrutura e Administração e a Comissão de Finanças e Orçamento deram pareceres favoráveis à iniciativa.

Está prevista ainda a votação do Projeto de Lei Complementar 2/2019, do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul (TCE-MS). A proposta altera e acrescenta dispositivos à Lei Complementar nº 160, de 2 de janeiro de 2012, que dispõe sobre o Tribunal e dá outras providências. De acordo com o documento, a proposição tem finalidade de promover alterações e acrescentar novas disposições na Lei Orgânica da Corte de Contas. O projeto tem parecer favorável da Comissão de Serviço Público, Obras, Transporte, Infraestrutura e Administração.

Deve ser apreciada a redação final do Projeto de Lei 28/2019, de autoria do deputado Marçal Filho (PSDB), que dispõe sobre a obrigatoriedade do ressarcimento integral dos danos, mais o pagamento de indenização correspondente a duas vezes o valor do prejuízo causado por aquele que pichar, vandalizar ou depredar patrimônio, público ou particular, no Estado de Mato Grosso do Sul.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AEROPORTO
Governador da Bahia diz que não irá a evento com Bolsonaro
CORUMBÁ
Homem armado é preso por importunar meninas e agredir mulher
ECONOMIA
Governo estuda liberar neste ano até R$ 500 por conta do FGTS
DESCAMINHO
Polícia apreende mais de 3.400 unidades de bebidas sem documentação
COPA DO BRASIL
Athletico e Internacional fazem último jogo em casa
DOURADOS
Homem sofre tentativa de homicídio ao ser baleado nas costas
POLÍTICA
Governador Azambuja recebe embaixador do Reino da Tailândia no Brasil
ACIDENTE
Após sofrer acidente no Paraguai, jovem morre em hospital na Capital
MEDALHA DE OURO
Judoca de MS conquista ouro no Pan-Americano e garante vaga no Mundial
BRASIL
ANTT suspende resolução com novas regras para cálculo de frete mínimo

Mais Lidas

DOURADOS
Homem morre após bater moto em carro parado na Marcelino Pires
AMAMBAI
Morto a tiros em frente a conveniência era 'braço direito' de Jarvis Pavão
RIBAS DO RIO PARDO
Avô e neta morrem após caminhonete bater de frente em carreta
CAPITAL
Acidente entre dois carros e carreta mata motorista na BR-163