Menu
Busca sexta, 23 de fevereiro de 2018
(67) 9860-3221
Clube Indaiá - Janeiro 2018
RIBAS DO RIO PARDO

Primeiro caso de Feminicídio registrado no Estado será julgado na segunda-feira

16 setembro 2017 - 07h45

Nesta segunda-feira (18), será levado à Sessão Plenária do Júri em Ribas do Rio Pardo o pedreiro Alex Armindo Anacleto de Souza acusado de ter assassinado a ex-mulher Ísis Caroline da Silva Santos, 21 anos. Este foi o primeiro caso de Feminicídio registrado em Mato Grosso do Sul.

A acusação será feita pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio do Promotor de Justiça George Zarour Cezar.

De acordo com as provas colhidas durante as investigações e a instrução processual, o acusado, que mantinha um relacionamento clandestino e conturbado com a vítima, uma vez que já havia inclusive respondido pelo crime de estupro contra a mesma, convidou-a para mais uma aventura e tomou a BR-262 sob a alegação de que passariam o final de semana na cidade de Água Clara (MS).

No caminho, Alex Armindo Anacleto de Souza e Ísis Caroline da Silva Santos iniciaram uma discussão motivada pelo inconformismo dele diante do novo relacionamento mantido pela vítima. Diante disso, mudou o destino da viagem e acessou uma estrada vicinal no Município de Ribas do Rio Pardo, local onde asfixiou a vítima por enforcamento até provocar-lhe o óbito.

Com o delito consumado, o acusado arrastou o cadáver para o córrego e o soltou para que fosse levado pela correnteza e o crime praticado não fosse desvendado.

O acusado foi denunciado por homicídio qualificado, com a incidência de quatro qualificadoras: motivo torpe, asfixia, dissimulação e feminicídio, além do crime de ocultação de cadáver previsto no art. 211 do Código Penal.

A sentença de pronúncia julgou admissível a acusação para o fim de submeter a julgamento o acusado nos termos que fora denunciado.

O recurso em sentido estrito interposto pela defesa foi improvido, razão pela qual o acusado será levado a júri popular nos termos da pronúncia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Dólar fecha em queda, mas acumula alta na semana
ERRO
Diário Oficial traz convocação de três “fulanos”
DOURADOS
Para coordenador da Funai, afirmação de Bolsonaro “incita ódio e não ajuda em nada”
INDÁPOLIS/LAGOA BONITA
Após acidentes, polícia deve reforçar fiscalização na MS-276
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar R$ 6,2 milhões amanhã
AGENDA
Governador participa de ação do Programa Vale Renda neste sábado
MS-276
Idoso morre atropelado ao tentar atravessar rodovia
PONTA PORÃ/DOURADOS
Dupla é presa com mais de 100kg de maconha na BR-463
CAMPO GRANDE
Funcionário morre em pátio de cargas de aeroporto após passar mal
DOURADOS
Semaf divulga lista de selecionados para “Projeto Peixe”

Mais Lidas

MS-276
Homem morre em acidente entre Indápolis e Lagoa Bonita
DOURADOS
Fundadora de creche vai à polícia após denúncia de agressão
DOURADOS
Mulher é baleada durante assalto na avenida Indaiá
AVENIDA INDAIÁ
Baleada em assalto em Dourados passa por cirurgia