Menu
Busca sábado, 23 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
REGIÃO

PMA autua capataz de fazenda por criar macaco-prego ilegalmente

17 junho 2015 - 16h30

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Miranda em operação nas propriedades do município autuaram na tarde de ontem (17) um capataz de fazenda, de 45 anos, por manter em cativeiro um animal silvestre da espécie macaco-prego sem autorização ambiental.

O animai estava em uma fazenda a 80 km da cidade de Miranda, em um recinto, amarrado a uma corrente ligada a uma coleira, porém, não apesentava sinais de ter sofrido maus-tratos.

O macaco foi apreendido e os policiais aplicaram um auto de infração e arbitrou multa administrativa no valor de R$ 500,00 contra o infrator.

Ele foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Miranda e responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de seis meses a um ano de detenção. O animal será encaminhado ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), em Campo Grande.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Apenas de meia-calça, Juliana Paes celebra presença no carnaval: "melhor notícia"
FUTEBOL
Fifa tira Mundial Sub-17 do Peru, e Brasil vai sediar a competição
BELA VISTA
Policial perde controle da direção, viatura cai de ponte e pega fogo
COMBUSTÍVEIS
Preço da gasolina nas bombas cai pela 18ª semana seguida, diz ANP
MEIO AMBIENTE
PMA captura tamanduá-bandeira em quintal de residência em Coxim
EDUCAÇÃO
UFGD divulga os aprovados na 5ª chamada do Vestibular 2019
COXIM
Policial civil invade emissora de rádio e agride entrevistado
FISCO
Programa para receber declaração do IR estará disponível 2ª-feira
DOURADOS
Sindicalistas cobram salários para ex-empregados da Fertilizantes Heringer
CAPITAL
Fumaça provoca engavetamento com 7 veículos na rodovia BR-262

Mais Lidas

DOURADOS
Trio é preso após tentar repetir furto em loja do shopping
SIDROLÂNDIA
Colisão entre motos termina com jovem morto
DOURADOS
Desconhecido pede água, invade residência e ameaça mulher de morte para furtar celular
CAMPO GRANDE
Interno é encontrado morto dentro de cela de presídio