Menu
Busca segunda, 17 de junho de 2019
(67) 9860-3221
RURAL

Plano Safra libera recursos a partir de 1º de julho para produtores rurais

13 junho 2018 - 14h50

A partir de 1º de julho, produtores rurais de Mato Grosso do Sul poderão contratar recursos do Plano Safra. O Governo Federal anunciou R$ 194,37 bilhões para financiar e apoiar a comercialização da produção agropecuária no Brasil e a boa notícia está na redução de 1,5 ponto percentual nas taxas de juros do crédito rural.

Para o secretário da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck, o Plano Safra 2018 atende a três pontos fundamentais, que é o lançamento em prazo oportuno, o volume que atenda o tamanho da safra e a taxa de juros que caiba no bolso do produtor rural.

“A avaliação do Governo do Estado é que o Plano Safra traz condições para que Mato Grosso do Sul consiga repetir o volume da safra de verão do ano passado, com elementos constituídos. Além de câmbio com boa perspectiva e uma série de opções logísticas que avançaram, há um conjunto de cenários que é positivo. Achamos que tudo isso permite que o Estado repita em termos de área o resultado do ano passado, cerca de 2,5 milhões de hectares”, explica.

De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), do montante total serão destinados R$ 151,1 bilhões para o crédito de custeio, sendo R$ 118,8 bilhões com juros controlados (taxas fixadas pelo governo) e R$ 32,3 bilhões com juros livres (livre negociação entre a instituição financeira e o produtor). O crédito para investimentos ficou em R$ 40 bilhões.

Jaime Verruck destaca que o Governo Federal tem sinalizada a taxa de juros cada vez mais próxima da Selic, o que é positivo pois cria uma previsibilidade para os produtores. “Temos um cenário positivo e em Mato Grosso do Sul não podemos esquecer que há recursos disponíveis pelo FCO, que oferecem condições favoráveis para a contratação, com bons prazos e taxa de juros interessantes”.

Para 2018, o Estado tem disponível R$ 2,1 bilhões para financiamento por meio do FCO. De janeiro a maio, Mato Grosso do Sul contratou R$ 566 milhões em recursos do FCO e outros R$ 167 milhões já estão internalizados no Banco do Brasil para contratação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GRATUIDADE
Bolsonaro veta isenção de cobrança de bagagem em voos domésticos
JUSTIÇA
Construtor é condenado a devolver R$ 5.800 por obras não realizadas
CAPITAL
Acadêmico de Arquitetura é preso por liderar quadrilha de ladrões
CLIMA
Há duas semanas sem chuva, tempo seco deve continuar em Dourados
ECONOMIA
Guedes escolhe economista Gustavo Montezano para presidência do BNDES
POLÍCIA
Seis são presos por tráfico de drogas na MS-156
EDUCAÇÃO
Como utilizar a tecnologia para melhorar seu desempenho
MÁQUINAS
Sanesul realiza leilão nesta terça-feira
ECONOMIA
Dólar fecha quase estável, à espera de decisão do Fed e monitorando cena política
TRÁFICO DE DROGAS
Adolescente é apreendido com droga que levaria para Cuiabá

Mais Lidas

PARAGUAI
Motim termina com 10 mortos e presos queimados e decapitados
AQUIDAUANA
Douradense desaparece nas águas do rio Aquidauana durante banho
POLÍCIA
Casal contratado para levar maconha até Campo Grande é preso em Dourados
FURTO
Jovem é preso enquanto furtava bicicleta dentro de residência em Dourados