Menu
Busca domingo, 20 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221
NÚCLEO DO TRÁFICO

PF faz operação em MS e dois Estados e desarticula esquema chefiado por brasileiro aliado das FARC

24 junho 2015 - 17h15

A Polícia Federal deflagrou nesta manhã (24) a Operação Mosaico, com o objetivo de desmantelar organização criminosa que trazia cocaína e maconha dos países produtores e as revendia na capital paulista, para posterior remessa a África e Europa.

A intenção é cumprir 19 mandados de prisão preventiva e 12 mandados de busca e apreensão, nos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul e Paraná.

O líder da organização criminosa é um brasileiro, que, a partir do Paraguai, entre os anos de 2000 e 2004, foi responsável pela remessa de cocaína ao Brasil, utilizando-se principalmente de um esquema envolvendo pequenas aeronaves. Ele foi condenado no Brasil a 25 anos de prisão e, após cumprimento de 1/6 da pena, progrediu para o regime semiaberto.

Em novembro de 2004, foi preso no Paraguai e, por causa das trocas de armas de fogo por cocaína que realizava com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia – FARC, foi extraditado para os Estados Unidos, onde foi condenado a uma pena de 66 meses de prisão por tráfico de drogas em 2009.
Em 2010, enquanto estava na prisão nos Estados Unidos, sua pena foi reduzida, após acordo com as Autoridades Judiciárias norte-americanas, quando assumiu o compromisso de retornar ao Brasil e contribuir com a Polícia no combate ao tráfico de drogas, devido ao conhecimento que detinha sobre rotas, quadrilhas e atuação de outras organizações criminosas.

Porém, inquérito policial aponta que, sem se apresentar a nenhuma autoridade brasileira, o brasileiro retomou sua vida criminosa, estabelecendo novas conexões e rotas do tráfico de drogas, agora com cidadãos nigerianos radicados em São Paulo/SP, que se responsabilizariam pelo recebimento da droga nesta capital e por sua consequente remessa para a Europa e África.

Desde o início da investigação, em janeiro, foram presas em flagrante 11 pessoas e apreendidos mais de 176 quilos de cocaína e 521 quilos de maconha. As ações policiais ocorreram nas cidades de Campo Grande, Dourados, Limeira/SP e na capital paulista.

Os investigados serão indiciados, de acordo com seus atos, pelos crimes de tráfico internacional de droga e a associação para o tráfico, com penas que podem chegar a 25 anos de prisão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JARDIM CARAMURU
Populares denunciam e homem é preso tentando furtar igreja
BIKE
Inscrições para o "Bonito Cross" terminam neste domingo
PARQUE DO LAGO
Casal é preso por promover festa para adolescentes com bebida alcoólica
TELEVISÃO
BBB19: com superparedão em andamento, hoje terá votação misteriosa
PANTANAL
Acidente entre carro e moto deixa homem morto e mulher ferida
JAGUAPIRU
Acusado de balear mulher após discussão é preso pela Polícia
DAVOS
Bolsonaro embarca neste domingo para o Fórum Econômico Mundial
CAMAPUÃ
Acidente entre Celta e Uno deixa ao menos cinco mortos na BR-060
MONTE LÍBANO
Homem é preso acusado de tráfico de drogas por atacado
CONCURSO
Inscrições para professor temporário do Estado terminam hoje

Mais Lidas

DOURADOS
Homem furta loja do shopping, alarme dispara e ele acaba preso
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Discussão entre casal termina com mulher baleada em Dourados
CAMPO GRANDE
Bandidos que morreram em confronto com a polícia são identificados
DOURADOS
Assaltante agride mulher para roubar moto, mas desiste após não conseguir dar partida