Menu
Busca segunda, 19 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
NOVIDADES

Pesquisadores discutem empreendedorismo e inovação do jornalismo na internet

02 junho 2015 - 15h30

Assessoria

Na era da tecnologia, inovar tornou-se uma necessidade de sobrevivência no mercado, até mesmo no mercado de comunicação. Para o professor da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, Rosental Calmon Alves, “não é o fim dos meios de massa, mas a sobrevivência deles passa pelo empreendedorismo e inovação”. Alves está em Campo Grande para o Simpósio Internacional de Ciberjornalismo, que acontece até quarta-feira (03) na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). A sexta edição do evento traz o tema Performance em Ciberjornalismo: tecnologia, inovação e eficiência.

“Muitas empresas jornalísticas já tem mais leitores pelo celular que por outros meios”, ressalta o jornalista, que foi um dos precursores na migração do jornal impresso para a internet, quando trabalhava no Jornal do Brasil (JB). Mas, para ele estamos repetindo no celular os mesmos erros que cometemos na web no início da utilização da mídia digital, quando houve apenas a transposição do jornal impresso para a internet; a adequação do formato e utilização das ferramentas disponíveis aconteceu aos poucos.

Por isso, na opinião do professor, a pesquisa em Comunicação nunca foi tão importante como é no momento. “Não vale trazer os mesmos paradigmas da era industrial para agora”, destaca, lembrando que vivemos a era pós-industrial, a qual propiciou a extensão das nossas mentes.

Acompanhar a evolução dos meios tecnológicos pode ser visto como uma oportunidade ou desafio. “Vinte anos depois, ainda há quem veja a web como mais um meio de comunicação a somar-se aos outros ou simplesmente, a oferecer uma nova plataforma para os meios existentes”, diz o professor de Jornalismo Empreendedor, disciplina anexada ao currículo de várias universidades americanas.

Para finalizar, Alves destacou mais um ponto importante: “Estamos desestabilizando a programação da televisão. Não vamos mais marcar hora para a novela e a notícia”, disse ele para instigar o público, formado por estudantes e professores, a pensar nos rumos da informação na era digital.

A abertura do evento, que tem como parceiros a Fundação de Apoio ao Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (Fundect) e o Governo do Estado, contou com a participação da diretora-científica da Fundect, Marilda Bruno, do subsecretário adjunto de Comunicação, Guilherme Lamenha, do diretor do Centro de Ciências Humanas e Sociais e do pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação da UFMS, Geraldo Vicente Martins e Jeovan de Carvalho Figueiredo, respectivamente, entre outros convidados.

Programação

O simpósio oferecerá, durante três dias, oficinas e palestras com professores de universidades brasileiras, de Portugal, Argentina e Espanha. A programação completa está disponível no site do evento [http://www.ciberjor.ufms.br/ciberjor6/programa/](http://www.ciberjor.ufms.br/ciberjor6/programa/).

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Maísa Silva, de 16 anos, posta foto de biquíni e rebate assediador: "Nojento"
COSTA RICA
Serralheiro é preso sob suspeita de abusar criança de 5 anos em quitinete
OPORTUNIDADE
De máquina de escrever a estante, leilão oferta 12 lotes a partir de R$ 100
POLÍTICA
Bolsonaro sai em defesa de Tereza Cristina: ela tem nossa confiança
CAMPO GRANDE
Homem que se jogou do nono andar de hotel passa por cirurgia no braço
CONCURSOS
Ao menos 13 órgãos abrem inscrições nesta segunda para 1300 vagas
CAMPO GRANDE
Corpo carbonizado é encontrado dentro de carro destruído pelo fogo
CONCURSO
Itaporanense conquista o título de Mister Personalidade de Las Américas
IGUATEMI
Mulher contratada por presidiário é presa com explosivos na MS-295
EMPREGO
Idosos no mercado de trabalho é recorde, mas sem carteira assinada

Mais Lidas

TEMPORAL
Fortes ventos derrubam mais de 30 árvores e deixa rastro de destruição em Dourados
FACADAS
Traficante brasileiro mata namorada dentro de cela no Paraguai
TEMPORAL
Ventos fortes derrubam árvores em Dourados
CACHOEIRINHA
Mulher denuncia e marido é encontrado em ponto de distribuição de drogas