Menu
Busca quinta, 17 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221
EDUCAÇÃO

Parceria garante a alunos de MS intercâmbio em universidades do exterior

18 outubro 2017 - 19h35Por Da Redação

Conhecer países do exterior e ainda obter diferencial no currículo é o sonho que dezenas de universitários sul-mato-grossenses têm conseguido realizar, com o apoio do Governo do Estado, por meio da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems).

“Temos relação de parceria com mais de 20 países”, explicou a assessora de Relações Internacionais da Uems, Silvana Lucato Moretti. Várias são as formas de viabilizar as viagens, incluindo programas federais a parcerias com instituições privadas e fundações. Todas feitas oficialmente via convênio e acordos envolvendo pesquisas e projetos.

“É mais seguro e proveitoso conhecer o exterior via universidade, porque se trata de uma viagem associada a redes internacionais de projetos, os alunos vão para as universidades oficiais e aprendem mesmo”, explica Moretti.

De acordo com ela, a experiência acadêmica acaba sendo completa, diferente dos casos em que o aluno vai por conta própria, não tem inscrição para participar de projetos universitários no país em questão e acaba ocupando seu tempo com atividades laborais que não enriquecem o currículo.

Os destinos favoritos dos acadêmicos têm sido Portugal e Espanha, com os quais a universidade possui parceria para projetos de pesquisa, mas as relações incluem diversos outros países. Nos últimos doze anos, a Uems já enviou 60 acadêmicos para projetos desse tipo no exterior.

A universidade tem recebido ainda inúmeros acadêmicos de diversos países da América Latina e África. Neste semestre, assistem às aulas na Uems sete estudantes de pós-graduação em cursos variados, oriundos da África, Peru, Guatemala, Honduras e Haiti.

Além do intercâmbio, a política de internacionalizar a universidade inclui o oferecimento de determinadas disciplinas ofertadas em inglês, como no curso de Medicina. A intenção é oferecer preparo internacional já na graduação.

Troca de experiências

O jornalista André Mazini teve a oportunidade de se especializar na Espanha por meio da parceria com a Uems, com mestrado no Instituto de Estudios Latinoamericanos em Antropologia de Iberoamérica. “Mais do que um enriquecimento cultural, a experiência me transformou como pessoa e como profissional também”, contou.

Em sua turma, havia alunos de diferentes países – como Rússia, França e República Tcheca, o que deixou a experiência ainda mais proveitosa.

“É diferente de alguém que vai como imigrante ilegal ou para trabalhar por conta própria. Quando a gente vai com um objetivo mais claro, mais preciso, de estudar ou de buscar uma qualificação profissional, as coisas lá se tornam mais fáceis. A gente perde menos tempo com essas adaptações e consegue otimizar o tempo focado no nosso objetivo que é se qualificar”, explicou.

Até hoje ele mantém relações profissionais com a universidade espanhola, em determinadas ocasiões viaja novamente à Espanha custeado pela instituição. No último mês, foi convidado para uma banca avaliadora de um doutorado. “Estar lá me apresentou um outro universo e fez uma ponte, abrindo um mundo de possibilidades do qual eu usufruo até hoje”, declarou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PARANHOS
Operação contra traficantes que abasteciam morros cariocas prende dois em MS
CRIATIVIDADE
Conheça a casa flutuante dobrável desenvolvida para vítimas de terremotos
ATENÇÃO
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana em MS
BALANÇO
Guarda apreendeu quase 2t de drogas na rodoviária de Dourados em 2018
EMBOSCADA
Dupla morta em atentado foi executada a tiros de pistola 9mm
BRASIL
Brasil bate recorde de mortes violentas em 2017
NOVELA
Nova personagem de Letícia Persiles aparece no presente em ‘Espelho da Vida’
TOMA LÁ, DA CÁ!
Comitiva do PSL com dois parlamentares de MS na China é chamada de "semianalfabeta" por "guru" de Bolsonaro
VINGANÇA
Após execução, fronteira entra em alerta para “guerra sangrenta” por domínio do tráfico
ATAQUE
Jornalista sofre 3º atentado em três anos e tem carro incendiado

Mais Lidas

DOURADOS
Rapaz assassinado em emboscada foi preso por tentativa de furto a caixa eletrônico
NOVA LEI
Multa mínima para quem capturar Dourado na próxima temporada de pesca será de R$ 2,7 mil
INQUÉRITO CIVIL
Denúncia leva MP investigar recursos destinados à Saúde de Dourados
DOURADOS
Seis são apontados por participação em emboscada que matou interno do Semiaberto