Menu
Busca sábado, 20 de abril de 2019
(67) 9860-3221
OBRA MILIONÁRIA

Para garantir sobrevivência, governo assume quarentena de peixes do Aquário do Pantanal

01 julho 2015 - 09h10

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) assumiu nesta terça-feira (30), a manutenção de todos os exemplares da de peixes que estão em quarentena à espera da conclusão do Cepric (Centro de Estudos e Pesquisas da Ictiofauna Pantaneira), popularmente conhecido como Aquário do Pantanal, cujas obras ainda estão em conclusão.

“É uma readequação do projeto como um todo, que foi concebido para parte dele ser feito na quarentena e outra parte no Aquário. Como nós não conseguiríamos (seguir) cronograma em novembro deste ano fica prejudicado o trabalho cientifico. A partir de agora vamos fazer uma readequação para que tenhamos um novo projeto de pesquisa e depois então destinar esses peixes ao Aquário”, explicou na tarde de hoje o diretor de licenciamento ambiental do Imasul, Ricardo Eboli.

Acompanhado de técnicos do governo estadual, Eboli recebeu imprensa e deputados estaduais que compõem a comissão de acompanhamento das obras do Aquário do Pantanal, para uma visita ao local onde os peixes estão sendo mantidos em quarentena.

“O Governo do Estado manterá esses peixes pelo período que for necessário, porque haveria um prejuízo maior devolvê-los ao rio e iniciar todo um novo processo de captura e quarentena. A postura do governo é de respeito à população e ao recurso público”, disse Ricardo durante a visita.

De acordo com a Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado), o encerramento do projeto ‘Biodiversidade para todos: da água à popularização da ciência e proteção da vida por meio do Aquário do Pantanal’ (que mantinha em quarentena os peixes) ocorreu em virtude do não cumprimento de recomendações técnicas, tais como, o correto armazenamento da ração e oferta de alimentação adequada aos animais, rígido controle das condições da água e da temperatura, manuseio no local de quarentena, o que, entre outros aspectos, interferiu no adequado manejo para preservação do bem estar dos animais e produção de conhecimento científico, que é a finalidade do projeto.

A partir de agora, o Imasul assumirá a manutenção dos peixes da quarentena até que a obra do Aquário do Pantanal seja concluída, decisão tomada para a contenção dos gastos públicos e também por recomendação dos consultores.

Para garantir a sobrevivência e bem estar dos espécimes em quarentena, o Imasul vai melhorar a estrutura atual, suprindo deficiências técnicas que porventura sejam detectadas. Técnicos do Instituto e de outros órgãos do governo vão realizar um inventário da quantidade de peixes coletados, mantidos e que, por ventura, não tenham resistido, bem como dos equipamentos existentes e de eventuais adequações que precisem ser feitas nas instalações.

Todo o trabalho de manutenção e manejo dos peixes na quarentena será feito tendo como base as orientações da avaliação técnico-científica dos especialistas do Cepta (Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Peixes Continentais) e da Unesp (Universidade Estadual de São Paulo).

Aos deputados e à imprensa que visitaram o local onde os peixes estão sendo mantidos em quarentena, o diretor de licenciamento do Imasul revelou que nos próximos 10 dias relatórios oficias a serem entregues vã garantir um diagnóstico conclusivo sobre os peixes as espécies.

Mais cedo, durante agenda pública na manhã desta terça-feira, o governador Reinaldo Azambuja garantiu que a administração estadual, em parceira com os órgãos de controle externo, como TCE (Tribunal de Contas do Estado) e MPE (Ministério Público Estadual), acompanha com rigor a destinação de recursos públicos para a obra do Aquário.

“Não queremos fazer pré-julgamento de ninguém, se teve algo errado alguém tem que pagar porque aquilo ali é dinheiro público que foi investido”, finalizou o chefe do Poder Executivo Estadual.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROCON
CCR-MSVias é notificada por falta de pessoal e troco em pedágio
MEIO AMBIENTE
Campo-grandense é autuado em R$ 3 mil por desmatamento de vegetação nativa
SORTE
Dupla de Páscoa deve pagar prêmio de R$ 25 milhões neste sábado
PONTA PORÃ
Polícia prende homem e apreende drogas e armas em residência
IMUNIZAÇÃO
Nova etapa da Campanha contra a Gripe começa na segunda-feira
CAMPO GRANDE
Quadrilha é presa após invadir garagem e fazer funcionários reféns
UEMS
Curso de Pedagogia realiza encontro brincante no dia 27 de abril
CRIME AMBIENTAL
Fazendeiro é multado por degradação de matas ciliares de córrego
POLÍTICA
Câmara de Ladário conclui processos e chega ao sétimo vereador cassado
CAARAPÓ
PF apreende quase meia tonelada de maconha em tanque de carreta

Mais Lidas

DOURADOS
Guarda faz batida em festa regada a álcool e narguilé e encontra menores bêbados
DOURADOS
Homem é preso tentando se esconder sob balcão de loja em que furtava
CAMPO GRANDE
Mulher é encontrada pendurada em árvore ao lado de carro
MS-338
Motorista freia ao ver anta e tem caminhão atingido por ônibus