Menu
Busca domingo, 18 de agosto de 2019
(67) 9860-3221
BRASILÂNDIA

Pai e filhos são condenados a mais de 80 anos de prisão por homicídios

21 maio 2019 - 08h36Por Da Redação

Foram condenados, na última sexta-feira (17/5), pelo crime de homicídio qualificado, os réus Nivaldo Pereira dos Santos (pai) e seus dois filhos: Guilherme da Silva dos Santos e Anderson Silva dos Santos, por assassinar Damiana da Costa Ferreira da Silva e Marcelo Ferreira da Silva (mãe e filho). O Julgamento ocorreu em Brasilândia.

Em meados do ano de 2014, a vítima Marcelo Ferreira da Silva havia se envolvido em um acidente automobilístico junto com Anderson Silva dos Santos. Após esse fato, Marcelo começou a ser ameaçado de morte, e os réus afirmavam que se vingariam da fatalidade.

Passado um tempo, Nivaldo, Guilherme e Anderson foram até a residência das vítimas em um carro Fiat Uno e, ao chegarem ao local, Nivaldo desceu do carro com pedaço de ferro nas mãos e passou a desferir golpes contra Damiana, que caiu no chão.

O filho, Marcelo, ao perceber que sua mãe estava sendo agredida, saiu da residência para defendê-la, momento em que Anderson disparou vários tiros de arma de fogo contra ele, atingindo-o em várias partes do corpo. Não o bastante, efetuou disparos também contra a sua mãe (Damiana), que já se encontrava caída no chão devido às agressões sofridas, o que lhe atingiu a cabeça.

Em plenário, o Ministério Público de Mato Grosso do Sul, representado pelo Promotor de Justiça Moisés Casarotto, pugnou pela condenação dos réus pelo crime de homicídio qualificado, causado por motivo fútil e com recurso que dificultou a defesa das vítimas.

Já a defesa sustentou as teses de legítima defesa; ter praticado sob o domínio de violenta emoção após injusta provocação das vítimas, e pediu o afastamento das qualificadoras.

O Conselho de Sentença, por maioria de votos declarados, reconheceu a materialidade, a letalidade e a autoria do crime, não absolveu os acusados e manteve as qualificadoras do motivo fútil e do recurso que dificultou a defesa da vítima, de acordo com a acusação do Ministério Público Estadual.

Diante da decisão do Conselho de Sentença, o Juiz condenou Nivaldo Pereira dos Santos a 28 anos de reclusão e 3 meses de detenção. O réu Guilherme da Silva dos Santos também foi condenado a 28 anos de reclusão e 3 meses de detenção e; Anderson Silva dos Santos, condenado a 24 anos de reclusão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS
Veículo pega fogo e fica totalmente destruído em acidente, na MS-276
MS
Motorista embriagado abandona carro no meio da rua com celular e pistola dentro
CULTURA
III Festival da Canção da UEMS será neste domingo em Dourados
BRASIL
Maior rendimento do FGTS exige atenção na hora do saque
CAMPO GRANDE
Motociclista morre após avançar via preferencial
MS
“Operação Divisa Segura VII” prende foragido da polícia
MS
Criminoso foge e polícia apreende carro “recheado” de maconha
POLÍTICA
Morre, aos 96 anos, o ex-ministro Roberto Herbster Gusmão
CAMPO GRANDE
Mulher tem veículo incendiado ao deixá-lo estacionado na rua
ESPORTES
Audax recebe Avaí/Kindermann pelas quartas de final do Brasileiro Feminino

Mais Lidas

DOURADOS
Acidente com morte pode ter ocorrido após motociclista ser fechado por carro
BR-163
Passageira morre após homem colidir moto contra placa de sinalização em Dourados
DOURADOS
Homem fica ferido após estouro de equipamento na Cabeceira Alegre
POLÍTICA
PSL lança nome para Prefeitura de Dourados e senadora descarta aliança com tucanos