Menu
Busca sexta, 22 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
CAPITAL

Pacientes esperam até 5 horas por triagem em unidade de saúde

24 junho 2015 - 13h45

Correio do Estado

Com a greve dos enfermeiros, que já dura quatro dias em Campo Grande, a média de espera para pacientes realizarem a triagem chega a cinco horas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do Bairro Universitário. Nesta quarta-feira (24), uma mulher de 51 anos chegou ao local por volta das 7 horas e só passou pela triagem ao meio dia. Junto com ela, cerca de 50 pessoas esperam por atendimento.

Segundo Osmar dos Santos, 33 anos, que é filho da paciente, o saguão permanece lotado e o número de pessoas varia entre 40 e 50 pessoas. De acordo com ele, desde o início da manhã até o momento apenas 12 pessoas passaram pela consulta médica. "Quando minha mãe passou pela triagem eu questionei a demora, a uma enfermeira afirmou que seis médicos estão atendendo", disse Osmar.

O hipertenso Djalma Elídio da Silva, 57 anos, está afastado do serviço por causa da doença crônica e procurou a UPA para fazer a troca da medicação. Ele é mais um paciente que chegou às 7h20min.
Diferente da mãe de Osmar, Djalma ainda não conseguiu passar pela triagem. "Eu sofro de pressão alta e não consigo trocar a medicação se eu não passar pela consulta com o médico", disse.

Ambos os pacientes aproveitaram para relatar que as condições oferecidas pela UPA aos pacientes que aguardam atendimento também estão fora do controle. O copo para tomar água é de café e os sanitários estão entupidos.

GREVE

Os profissionais da enfermagem aderiram a greve no último sábado (20). Em acordo estabelecido entre a categoria, não haverá cumprimento de jornada nas unidades básicas de saúde e exames realizados por enfermeiros serão cancelados.

De acordo com a assessoria da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), não há balanço relativo ao impacto da paralisação, por outro lado, se confirma que salas de vacina estão fechadas e a realização de exames foram suspensos.

A categoria, composta por 1 mil profissionais concursados, pretende ampliar em até cinco anos os vencimentos da enfermagem de R$ 2,1 mil para R$ 3.770 e dos técnicos de R$ 1,1 mil para R$ 2.040. Em ambos os casos a jornada é de 40 horas semanais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

IBGE
MS tem a terceira menor taxa de desocupação do País
TENSÃO
Confrontos na fronteira com a Venezuela deixam 2 mortos e 15 feridos
ENTENDIMENTO
Juiz ministrará palestra sobre projeto de lei anticrime na segunda-feira
CAMPO GRANDE
Incêndio destrói bilheteria de circo na Capital
ANUÁRIO
Mortes no trânsito de Dourados caem 35% em 2018
FUTEBOL
Clubes aprovam e Brasileiro terá VAR em todos os jogos
POLÍCIA
Homem é flagrado com carro “recheado” de cigarros contrabandeados
BRASIL
Paulo Guedes espera aprovação da reforma da Previdência até junho
CAMPO GRANDE
Interno é encontrado morto dentro de cela de presídio
TVE/MS
Reunião discute novo organograma da Fertel e atualizações profissionais na radiodifusão

Mais Lidas

OPORTUNIDADE
Prorrogadas inscrições em processo seletivo para contratação de Assistentes de Atividades Educacionais
MAIS UM
Délia exonera secretário de Saúde e adjunta assume o posto
AMAMBAI
Homem mata a ex-mulher a facadas na frente dos sete filhos
DOURADOS
Trio é preso após tentar repetir furto em loja do shopping