Menu
Busca quinta, 15 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
CIRURGIA OFTALMOLÓGICA

Pacientes aproveitam Caravana para acabar com anos de espera

04 julho 2015 - 10h45

Com mais de 700 cirurgias agendadas desde o início de suas atividades, a Caravana da Saúde iniciou na sexta-feira (03) as cirurgias oftalmológicas no município de Paranaíba. A estimativa para a região, é de que sejam realizadas cerca de 2 mil cirurgias, para pacientes dos municípios de Inocência, Cassilândia e Aparecida do Taboado. Também foram incluídos para os atendimentos oftalmológicos os municípios de Chapadão do Sul, Costa Rica, Figueirão, Paraíso das Águas e Água Clara.

Pacientes que aguardavam há mais de anos por um procedimento cirúrgico comemoraram nesta sexta a realização de suas cirurgias. Para Antonio Rodrigues de Mello, 54 anos, a procura por uma vaga para cirurgia uma cirurgia de catarata começou em janeiro após exames de rotina. De acordo com o morador em Paranaíba, a catarata foi conseqüência de um acidente sofrido em 2003, onde acabou lesionando os seus olhos.

“Depois do acidente tive que passar por diversos exames, não apenas de visão. Com o passar dos anos percebi que tinha que me esforçar para poder enxergar bem. Cheguei até a tentar o procedimento em São Paulo, mas ficaria aguardando na fila. Foi quando soube da Caravana e resolvi vir, pois me disseram que o meu problema seria resolvido. E realmente fui bem atendido além de fazer a cirurgia. É uma grande estrutura completamente voltada para a saúde da população”, disse Antonio após sair da cirurgia.

Morador em Paranaíba, Adão Carvalho da Costa, 52 anos, esteve aguardando por dois anos e meio uma cirurgia, porém o custo acabou desestimulando ainda mais a possibilidade de ter o procedimento realizado. “Eu tinha muita dificuldade em dirigir, assistir e TV e até mesmo ler. Por dois anos e meio busquei exames mas quando vi o alto custo para uma cirurgia de catarata acabei deixando de lado. Meus amigos me avisaram da Caravana e me surpreendi ao chegar aqui e fazer a minha cirurgia. É uma sensação maravilhosa saber que há toda esta estrutura disponível para a população para cuidar da saúde. É uma iniciativa que deveria continuar todo ano”, ressaltou Adão.

Moradora em Inocência, Iolanda de Lima Valadão, 67 anos, a principal dificuldade era assistir TV e ler algum texto. Por se esforçar muito para enxergar acabava sentindo dores de cabeça. Como na cidade não havia atendimento oftalmológico, Iolanda acabou deixando de lado a busca por assistência. “Não conseguia assistir TV e a visão me atrapalhava para ler, mesmo me esforçando para enxergar. Como não tinha médico especializado para este atendimento fui deixando de lado. A secretaria do município me ligou e disse que eu tinha uma cirurgia confirmada. Foi uma felicidade principalmente por receber um atendimento deste tipo. É uma grande melhoria na saúde”, disse Iolanda.

Neste sábado (4) a Caravana realiza o Dia D onde além dos atendimentos oftalmológicos, serão realizadas consultas e exames com especialidades em cardiologia, ortopedia, otorrinolaringologia, pediatria, odontologia entre outros. Também serão realizados os atendimentos das instituições parceiras como Hospital do Câncer, Tribunal de Justiça, Polícia Civil, Procon, Sesi, Hemosul, Corpo de Bombeiros entre outros. A Caravana está instalada em frente ao campus da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems) localizada na Avenida João Rodrigues de Melo, sem número, bairro Jardim Santa Mônica.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZ
Aline Riscado exibe corpo saradíssimo em banho de cachoeira
ITAQUIRAÍ
Grávida, sobrinha de vereador morto na BR-163 sai ilesa do acidente
LAVA JATO
Em depoimento, ex-presidente Lula nega ser dono de sítio em Atibaia
UFGD
Núcleo de Estudos promove Semana da Consciência Negra dias 20 e 21
CRIMINALIZADA
Motorista que foge do local do acidente comete crime, decide STF
FUTEBOL
Funed inicia preparativos para grande final do 16º Interdistrital
DEVOLUÇÃO
Receita paga sexta-feira restituições do sexto lote do IRPF de 2018
CASA NOVA
Reforma e ampliação do Fórum de Nova Andradina será entregue dia 20
NOVOS CANAIS
Disque Lâmpada da Semsur agora terá número de WhatsApp e e-mail
PEDRO JUAN
“Arquivo vivo”, advogada executada na fronteira ameaçava autoridades

Mais Lidas

FRONTEIRA
Mulher é assassinada a tiros, quase um ano após execução do marido
DOURADOS
Polícia faz ação em ‘favelinha’ em busca de criminosos
FISCALIZAÇÃO
Ação contra comércio de pneus usados apreendeu produtos em lojas de Dourados e Campo Grande
ELDORADO
Vereador morre em acidente na rodovia BR-163 próximo a Itaquiraí