Menu
Busca quarta, 24 de abril de 2019
(67) 9860-3221
LEVANTAMENTO

MS tem a 4ª menor desigualdade social do Brasil

06 dezembro 2018 - 13h35Por Da Redação

Mato Grosso do Sul está entre os estados brasileiros com menor desigualdade social e percentual de pessoas na linha de pobreza, de acordo com a Síntese de Indicadores Sociais (SIS), divulgada nessa quarta-feira (5.12) pelo IBGE.

O Estado obteve o quarto menor Índice Gini em 2017, na frente apenas de Santa Catarina (0,421), Rondônia (0,455) e Mato Grosso (0,481). É um dado para se comemorar, já que o Gini funciona como um termômetro da desigualdade. Quanto menor o índice, menor a desigualdade.

Criado pelo matemático italiano Conrado Gini, o índice é um instrumento para medir o grau de concentração de renda em determinado grupo. Ele aponta a diferença entre os rendimentos dos mais pobres e dos mais ricos, variando de zero a um.

O valor zero representa a situação de igualdade, ou seja, todos têm a mesma renda. O valor um está no extremo oposto, isto é, uma só pessoa detém toda a riqueza.

Mato Grosso do Sul também figura com o 8º menor percentual de pessoas na linha de pobreza. Em 2017, 18,9% da população do Estado recebia até US$ 5,5 por dia, valor considerado como linha da pobreza para o Brasil.

A diminuição da pobreza passa pela geração de oportunidades, muitas vezes proporcionada pelo poder público. O Governo do Estado tem vários programas para possibilitar formação profissional e fomento de renda como o Rede Solidária, com duas unidades em bairros carentes de Campo Grande.

As unidades Ruth Cardoso, no bairro Dom Antônio Barbosa, e Íria Leite Vieira, no Jardim Noroeste, promoveram o desenvolvimento de mais de 100 mil pessoas através de educação, cultura, esporte, lazer e serviços de proteção social e formação profissional.

Entre os programas sociais do Governo estadual estão ainda o Vale Universidade e o Vale Universidade Indígena, que dão mais oportunidade de acesso ao ensino superior beneficiando cerca de dois mil jovens todos os anos.

Por meio do programa, o Estado paga até 70% do valor da mensalidade na universidade privada e a instituição oferece dedução de mais 20%, ficando apenas 10% para o aluno pagar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Giulia Costa mostra corpão em pose de biquíni em dia de piscina e praia
MINISTÉRIO PÚBLICO
Conselho abre processo disciplinar contra procurador Deltan Dallagnol
TRÁFICO
Foragido da justiça é preso na MS-487 com maconha que levaria para SP
IMPOSTÔMETRO
Brasileiros já pagaram mais de R$ 800 bilhões de tributos em 2019
JARDIM
Adolescentes são apreendidos com uma tonelada de maconha em veículo
UNIGRAN
Calouros de Fisioterapia participam de aulas com metodologias ativas
OPERAÇÃO APLIQUE
Quadrilha que agia em MS enviava “mulas” com até 40 kg de coca para Europa
JUSTIÇA
Empresa deve indenizar por danos morais e substituir celular com defeito
CAARAPÓ
Bombeiros fazem buscas por criança de 11 anos que se afogou em rio
TRÊS LAGOAS
Confirmado segundo caso de gripe H1N1 em Mato Grosso do Sul

Mais Lidas

DOURADOS
Preso é baleado ao estourar cadeado de cela para buscar ‘encomenda’ no pátio da PED
DOURADOS
Preso baleado na perna tentava pegar malote com 13 celulares
IMPASSES
UFGD "desafia" MEC e Ministério pede realização de nova eleição para Reitoria
DOURADOS
Homem morre no HV após ser espancado e polícia suspeita de latrocínio