Menu
Busca segunda, 24 de setembro de 2018
(67) 9860-3221
ESTADO

Mandato do Cesa e reajuste para o Perito Forense são temas de propostas do Executivo

14 novembro 2017 - 14h35Por Da Redação

O Projeto de Lei (PL) 258/2017, de autoria do Poder Executivo, foi apresentado na sessão ordinária desta terça-feira (14/11). O PL altera a redação do parágrafo 4º e acrescenta o parágrafo 5º ao artigo 2º da Lei 1.152, de 21 de junho de 1991. A proposta trata do mandato da Mesa Diretora do Conselho Estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul (Cesa).

No parágrafo 4º é estabelecido que a Mesa Diretora do Cesa seja eleita por seus membros, para mandato de dois anos, permitida uma recondução por igual período, assegurada, na sua composição, a representação de todos os segmentos previstos no caput deste artigo, e garantidas a paridade e a alternância desses na Presidência.

Já o parágrafo 5º traz que poderão candidatar-se para compor a Mesa Diretora todos os membros titulares do Cesa e no artigo 2º ficam convalidadas as eleições e os mandatos dos períodos constantes na forma do Regimento Interno do Cesa do quadro. A proposta entra em vigor na data de sua publicação, se após a análise dos deputados estaduais for aprovada e tornar-se lei.

Também do Poder Executivo, foi apresentado hoje (14) o PL 259/2017, que aprova, a título de reajuste setorial, os índices da tabela de subsídio da carreira de Perito Oficial Forense (POC-300), integrante das categorias funcionais do grupo Polícia Civil. Os índices da tabela foram calculados sobre a tabela vigente em 30 de setembro de 2017, aplicando-se dois índices de 1,32%, sendo um em 1º de outubro e outro em 1º de novembro de 2017, e o índice de 1,31% em dezembro de 2017.

Esse reajuste considera as disponibilidades financeiras do Estado para atender às despesas dela decorrentes, observando as imposições legais de manutenção do equilíbrio das contas públicas contidas na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Após a tramitação do projeto na Casa de Leis, se o mesmo for aprovado, a lei entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos financeiros a contar de 1º de outubro de 2017.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZ
Paola Antonini: "minha autoestima melhorou depois que perdi a perna"
PESQUISA
Ibope: governo Azambuja é aprovado por 46% e reprovado por 17%
CAPITAL
Homem é preso após invadir residência com carro de luxo furtado
EM ALTA
Barril do petróleo passa de US$ 81 e fecha no maior valor em 4 anos
TRÊS LAGOAS
Homem foge após lançar droga e 14 celulares para dentro de presídio
UEMS
EscolaGov promove curso de Licitação e Contratos em Dourados
EDUCAÇÃO
‘Infâncias, Docência e Educação Infantil’ é tema de Seminário na UFGD
AQUIDAUANA
Homem é preso após invadir casa e abusar de menina de 12 anos
BOATOS
Manuela d'Ávila é ameaçada nas redes sociais após fake news
IMPROBIDADE
Ex-servidor do TJMS é acusado de receber dinheiro para intervir em ação

Mais Lidas

DOURADOS
Amiga de jovem encontrada morta é presa acusada por tráfico e por alterar a cena do crime
TEMPORAL
Chuva e ventos fortes derrubam árvores em Dourados
DOURADOS
Adolescente é encontrado baleado na rua e morre no HV
POLÍCIA
Presos em Dourados são transferidos para capital