Menu
Busca segunda, 15 de julho de 2019
(67) 9860-3221
SUMIÇO

Estudante procura pela mãe desaparecida há três dias

09 julho 2015 - 07h10

O estudante Luiz Felipe procura pela mãe, que está desaparecida desde a tarde da última segunda-feira, dia 06 de julho. Segundo o site Campo Grande News, Maria Aparecida Dias Aguirre, 46 anos, conhecida com Cida, foi vista pela última vez no Bairro Universitário, em Campo Grande.

Maria, atualmente desempregada, estava em um bar que fica na Rua Arlindo Lima, quase esquina com a Rua Pontalina. De acordo com uma testemunha, Aguirre saiu em uma motocicleta, sem capacete, pela Avenida Guaicurus, sentido Bairro Itamaracá.

O filho relata que a mãe faz uso de bebida alcoólica em excesso, e que às vezes, fica transtornada, relembrando alguns problemas da vida.

Ele ressalta que, Maria não levou nenhum documento pessoal, nem roupas ou qualquer outro objeto.

Um boletim de ocorrência de desaparecimento já foi registrado, na Polícia Civil.

Luiz Felipe disponibilizou o número (67) 9272-5825, para quem tiver alguma informação a respeito de Maria Aparecida Dias Aguirre.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Homem é morto no Jardim Pantanal; segundo homicídio da noite
STREAMING
Série brasileira que vai mostrar realidade na favela estreia em agosto
DOURADOS
Homem é assassinado a tiros em conveniência
ECONOMIA
Dólar fecha em alta, seguindo exterior e de olho em reforma da Previdência
DOURADOS
Homem é baleado no Jardim Pelicano
BR-463
Homem tenta fugir e acaba preso com meia tonelada de maconha
CAMPO GRANDE
Banco é condenado a restituir cliente vítima de fraude
IDENTIFICAÇÃO
TSE vai definir primeiras cidades que vão emitir DNI
MS-276
Caminhonete bate em carreta e deixa uma pessoa morta
CLIMA
Após tardes quentes, frio deve voltar na quarta em Dourados

Mais Lidas

VIOLÊNCIA
Mulher é presa após espancar a filha de 4 anos em Dourados
TRÂNSITO
Acidente na Coronel Ponciano mata motociclista, deixa passageira ferida e motorista foge
DOURADOS
Homem morre após ser esfaqueado em bar na Vila Rosa
DIOCLÉCIO ARTUZI
Após denúncia por som alto, mulher, filho e nora agridem vizinhos e danificam casa das vítimas