Menu
Busca sexta, 19 de julho de 2019
(67) 9860-3221
CPI

JBS confessa não ter cumprido acordo com o governo em mais um frigorífico

30 agosto 2017 - 07h28

A JBS confessou mais uma vez não ter cumprido com o Termo de Acordo de Regime Especial (Tare) firmado com o governo do Estado. A informação foi repassada pela CPI da JBS, que visitaria hoje (30) pela manhã o frigorífico de Cassilândia. A Comissão investiga irregularidades fiscais e tributárias da empresa em Mato Grosso do Sul.

Esta é a quarta unidade seguida que tem confirmada pela própria defesa a quebra do contrato.

"É réu confesso. Queremos uma audiência com o procurador-geral da República Rodrigo Janot para apresentar esses documentos e pedir o ressarcimento ao erário. Mas não sei o que acontece que não estamos conseguindo", reforçou o presidente da CPI na Assembleia Legislativa, deputado estadual Paulo Corrêa (PR) ao portal do jornal Correio do Estado.

O republicano estranha a dificuldade para tratar do tema em Brasília envolvendo os irmãos Wesley e Joesley Batista.

"Eles não temem nada. Se acham acima do bem e do mal", desabafou. Esta é a quarta confissão seguida da empresa no Estado e confirma mais R$ 30 milhões de benefícios cedidos ao frigorífico da planta que não foram utilizados devidamente.

Além da unidade de Cassilândia, o advogado José Wanderlei Bezerra Alves também apresentou documentos afirmando descumprimento nos dois frigoríficos de Campo Grande e no de Ponta Porã. Ainda restam mais quatro plantas para serem analisadas pela CPI, mas a estratégia da defesa tem atrasado os trabalhos.

Isso porque há um cronograma de vistorias dos parlamentares nos locais, mas o advogado da JBS cancela a atividade um dia antes, apresentando a confissão de irregularidades na unidade. "Até agora já conseguimos comprovar que 60% dos R$ 100 milhões podem ser compensados", assegurou Corrêa.

Os integrantes da CPI se reúnem hoje, às 15h30, no Plenarinho da Casa de Leis.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NORONHA
Isis Valverde relembra foto de biquíni em cenário paradisíaco
FATALIDADE
Vítimas de grave acidente em Bataguassu serão veladas neste sábado
JUSTIÇA
Direitos da criança e do índio são preservados em adoções por indígenas
CAPITAL
Polícia pede prisão de comerciante suspeito de matar o próprio tio
LEGISLAÇÃO
Detran esclarece Lei que permite transferência de multas e pontos na CNH
CORRUPÇÃO
Traficantes acusam polícia paraguaia de cobrar R$ 30 mil para liberar droga
ESPORTES
Mundo Novo abre a 2ª fase da Copa Assomasul de futebol
CORUMBÁ
Justiça nega prisão de médico suspeito de cobrar por cirurgia do SUS
CAMPO GRANDE
Homem agride ex-esposa gestante em posto de saúde e acaba preso
MINISTÉRIO PÚBLICO
Concurso da PRF: após ação, banca convoca mais candidatos negros

Mais Lidas

FRONTEIRA
Pistoleiros são presos após executarem homem a tiros
DOURADOS
Delegado encerra Inquérito e aguarda perícia para saber se tiro que matou bioquímico foi acidental
DOURADOS
AGORA: Homem é baleado no Estrela Verá
FRONTEIRA
Suspeito de ter matado homem encontrado boiando em rio é preso