Menu
Busca terça, 25 de setembro de 2018
(67) 9860-3221
CAMPO GRANDE

Idoso morre 15 dias após ser mordido por cachorro no rosto

29 setembro 2017 - 06h24

Um idoso de 64 anos morreu na tarde desta quinta-feira, dia 28 de setembro, por volta das 16h40, no Hospital Militar de Campo Grande. Segundo a esposa, ele passou mal depois de ser mordido no rosto por um cachorro.

De acordo com o boletim de ocorrência, o idoso foi identificado como Arnobio Maciel de Oliveira, morador na cidade de Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai.

Após se queixar de fortes dores abdominais, na última segunda-feira (25) ele foi transferido para o Hospital Militar de Campo Grande onde morreu na tarde de ontem.

Conforme sua esposa, o idoso não sofria de nenhuma doença, porém há 15 dias foi mordido no rosto por um cachorro.

O caso foi registrado como morte a esclarecer na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da área central de Campo Grande.

Com informações do site Campo Grande News.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROGRAMA
Governo lança plano para reduzir à metade nº de mortos no trânsito
ANASTÁCIO
Após engravidar do pai, adolescente dá à luz e decide criar bebê
ELEIÇÕES 2018
TSE aceita registro de candidatura de Haddad à Presidência
EDUCAÇÃO
ProfLetras de Dourados abre processo seletivo para alunos regulares
PANTEÃO
Toffoli inclui nome de Miguel Arraes no Livro dos Heróis da Pátria
FACILIDADE
Detran/MS passa a oferecer opção de parcelamento de dívidas no cartão
ROTINA
Presidenciável Ciro Gomes é internado em hospital de São Paulo
ECONOMIA
Início do horário de verão é confirmado para o dia 04 de novembro
LEGISLATIVO
Câmara de Dourados aprova Programa de Recuperação Fiscal durante sessão ordinária
CÂNCER
Justiça manda município fornecer medicamento de alto custo

Mais Lidas

DOURADOS
Adolescente é encontrado baleado na rua e morre no HV
DOURADOS
Justiça mantém flagrante, mas concede liberdade a suspeita de alterar cena do crime
DOURADOS
Polícia encontra bilhete com “mula” e fecha entreposto de drogas no Estrela Porã
OPERAÇÃO REMAKE
Gaeco cumpre mandados e apura desvio de R$ 670 mil em sindicato