Menu
Busca segunda, 22 de julho de 2019
(67) 9860-3221
MATO GROSSO DO SUL

Governo encaminha à Assembleia dois projetos com alterações de leis estaduais

26 junho 2019 - 16h35Por Da Redação

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) encaminhou, nesta quarta-feira (26), à Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (PSDB), dois projetos que alteram leis relativas ao quadro de pessoal da administração estadual. O Projeto de Lei (PL) 157/2019 modifica o Sistema Estadual de Cultura, reduzindo o número de membros do Conselho Estadual de Políticas Culturais.

A outra matéria – PL 158/2019 – altera anexo de lei que trata sobre a reorganização de carreiras de servidores da Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Setas).

O PL 157/2019 altera a redação e revoga dispositivos da Lei 5.060/2017, que institui o Sistema Estadual de Cultura de Mato Grosso do Sul e estabelece diretrizes para a Política Estadual de Cultura.

Conforme a mensagem do Executivo, a proposta visa iniciar a implementação da terceira fase do Sistema Estadual de Cultural, diminuindo a quantidade de integrantes do Conselho Estadual de Políticas Culturais: o número de conselheiros passa de 30 para 16. Com isso, justifica o governador, haverá possibilidade financeira do Estado em arcar com os custos de manutenção desse Conselho.

“Cabe ressaltar que a constituição do Conselho Estadual de Políticas Culturais, com um número possível de membros que garanta sua atuação nas mais diversas competências, é uma das garantias indispensáveis para que haja a correlação entre o efetivo funcionamento do sistema de cultura local e seus componentes, que constituem o órgão gestor de cultura”, afirma a mensagem.

O outro projeto enviado pelo Executivo altera a tabela do Anexo XI da Lei 4.455/2013, que dispõe sobre a reorganização das carreiras Gestão de Ações de Assistência e Cidadania e Gestão de Ações de Defesa do Consumidor, integradas por cargos efetivos do Grupo Gestão Institucional do Plano de Cargos, Empregos e Carreiras do Poder Executivo; e reestrutura o quadro de pessoal da Setas. Com a alteração, o Anexo XI passa a vigorar somente com a tabela de cargos em extinção, que são de assistente de ações sociais (atendente infantil) e agente de ações sociais.

O governo frisa que a mudança “não representa aumento de vagas nos cargos, visto que se trata de um quadro de cargos em extinção”, mas “apenas exclui a atual distribuição de vagas por classe”.

Os projetos, que foram apresentados na sessão ordinária desta quarta-feira, serão analisados pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR). Caso recebam pareceres favoráveis, serão votados pelos deputados em sessões plenárias.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORUMBÁ
Homem ferido em explosão de churrasqueira morre depois de uma semana internado
DOURADOS
Biomedicina, Enfermagem e Odontologia da Unigran abrem processo seletivo para contratação de professor
BRASIL
Governo bloqueia mais R$ 1,44 bilhão do Orçamento
JARDIM PANTANAL
Grupo é detido com armas e centenas de munições em Dourados
COMER BEM
Muffins de Bacon
TECNOLOGIA
Em MS, centros de inclusão digital abrem ‘janelas para o mundo’
PARANHOS
Suposto olheiro do tráfico morre em troca de tiros com a polícia
DECORAÇÃO
Um apartamento todo pretinho!
PORTO MURTINHO
Douradense é assassinado em sede de fazenda
BRASIL
Número de aprendizes no país cresce 13,6% no primeiro semestre

Mais Lidas

DOURADOS
Homem morre após bater moto em carro parado na Marcelino Pires
AMAMBAI
Morto a tiros em frente a conveniência era 'braço direito' de Jarvis Pavão
RIBAS DO RIO PARDO
Avô e neta morrem após caminhonete bater de frente em carreta
CAPITAL
Acidente entre dois carros e carreta mata motorista na BR-163