Menu
Busca quarta, 13 de novembro de 2019
(67) 9860-3221
MATO GROSSO DO SUL

Governo encaminha à Assembleia dois projetos com alterações de leis estaduais

26 junho 2019 - 16h35Por Da Redação

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) encaminhou, nesta quarta-feira (26), à Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (PSDB), dois projetos que alteram leis relativas ao quadro de pessoal da administração estadual. O Projeto de Lei (PL) 157/2019 modifica o Sistema Estadual de Cultura, reduzindo o número de membros do Conselho Estadual de Políticas Culturais.

A outra matéria – PL 158/2019 – altera anexo de lei que trata sobre a reorganização de carreiras de servidores da Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Setas).

O PL 157/2019 altera a redação e revoga dispositivos da Lei 5.060/2017, que institui o Sistema Estadual de Cultura de Mato Grosso do Sul e estabelece diretrizes para a Política Estadual de Cultura.

Conforme a mensagem do Executivo, a proposta visa iniciar a implementação da terceira fase do Sistema Estadual de Cultural, diminuindo a quantidade de integrantes do Conselho Estadual de Políticas Culturais: o número de conselheiros passa de 30 para 16. Com isso, justifica o governador, haverá possibilidade financeira do Estado em arcar com os custos de manutenção desse Conselho.

“Cabe ressaltar que a constituição do Conselho Estadual de Políticas Culturais, com um número possível de membros que garanta sua atuação nas mais diversas competências, é uma das garantias indispensáveis para que haja a correlação entre o efetivo funcionamento do sistema de cultura local e seus componentes, que constituem o órgão gestor de cultura”, afirma a mensagem.

O outro projeto enviado pelo Executivo altera a tabela do Anexo XI da Lei 4.455/2013, que dispõe sobre a reorganização das carreiras Gestão de Ações de Assistência e Cidadania e Gestão de Ações de Defesa do Consumidor, integradas por cargos efetivos do Grupo Gestão Institucional do Plano de Cargos, Empregos e Carreiras do Poder Executivo; e reestrutura o quadro de pessoal da Setas. Com a alteração, o Anexo XI passa a vigorar somente com a tabela de cargos em extinção, que são de assistente de ações sociais (atendente infantil) e agente de ações sociais.

O governo frisa que a mudança “não representa aumento de vagas nos cargos, visto que se trata de um quadro de cargos em extinção”, mas “apenas exclui a atual distribuição de vagas por classe”.

Os projetos, que foram apresentados na sessão ordinária desta quarta-feira, serão analisados pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR). Caso recebam pareceres favoráveis, serão votados pelos deputados em sessões plenárias.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EMERGENTES
Bolsonaro recebe hoje líderes do Brics para reunião de cúpula do bloco
RIO BRILHANTE
Mulher tem orelha cortada pelo marido durante agressões dentro de casa
EDUCAÇÃO
Inep divulga nesta quarta-feira os gabaritos oficiais do Enem
BELA VISTA
Suspeito de estupro é atropelado, agredido e morto a facadas
TEMPO
Quarta-feira nublada com possibilidade de chuva em Dourados
TRÊS LAGOAS
Homem não aparece para trabalhar e é encontrado morto em fazenda
LIMITE MAIOR
Senado Federal aprova saque do FGTS de até R$ 998; texto vai à sanção
ANTT
Agência adia decisão sobre redução de pedágio na rodovia BR-163
POLÍTICA
Comissão vota contra MP que desobriga publicar balanços em jornais
CAMAPUÃ
Polícia prende motorista com 732 quilos de maconha em rodovia

Mais Lidas

DOURADOS
Morto em acidente prestava serviços a indústria e teria invadido pista contrária
DOURADOS
Homem sofre acidente de trabalho e morre após ter 80% do corpo queimado
DOURADOS
Polícia prende cadeirante que comandava quadrilha formada por menores
DOURADOS
Ex-secretário de Saúde e empresário são levados à PED e defesas tentam liberdade