Menu
Busca quarta, 14 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
ASSISTÊNCIA SOCIAL

Governo de MS dobra valor de convênios com entidades filantrópicas

08 junho 2015 - 18h45

#####Da Redação

O valor dos convênios repassados para entidades filantrópicas praticamente dobrou neste semestre com o novo governo. Saltou de R$ 591 mil, em 2014, para R$ 1,173 milhão, neste ano em recursos que antes atendiam 13 entidades e agora atendem 31 organizações que trabalham com idosos, crianças, jovens e pessoas com deficiência em todo o Estado.

O anúncio foi feito nesta segunda-feira com as presenças do governador Reinaldo Azambuja e da vice-governadora e secretária de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), Rose Modesto, durante o lançamento do Projeto Estreitando Laços, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo.

Representantes de entidades agora atendidas pelo governo do Estado, por meio dos convênios, estavam presentes no evento, como a OnG Cidade dos Meninos, que até então não recebia recursos estaduais. “É um momento especial para nós que atendemos 320 adolescentes de 14 a 18 anos, com cursos profissionalizantes”, disse José Ramão Marcondes, presidente da entidade.

“Com praticamente 150 dias de governo e já estamos transformando a realidade dos sul-mato-grossenses, seja com a Caravana da Saúde; com a ampliação do Vale Universidade (que abriu 500 novas vagas neste ano, passando para 2 mil vagas) e agora repassando mais valores entidades atuantes e que precisam ser atendidas”, discursou o governador, Reinaldo Azambuja.

A vice-governadora e secretária da pasta responsável pelo projeto destaca a importância dessas entidades que têm histórico de luta e precisam da parceria do Estado. “Precisamos ampliar e fortalecer essas estruturas que trabalham com jovens, crianças, idosos e pessoas com deficiência pois elas conseguem efetivamente transformar a vida desses grupos”, destacou Rose Modesto.

Outro ponto do lançamento do projeto foi socializar a informação de que há na Sedhast a Coordenadoria de Apoio à Organização de Entidades (CAOE) que faz o atendimento de pessoas interessadas em criar uma organização filantrópica e também auxilia as entidades que não estão constituídas a buscar recursos e a se organizar legalmente. A CAOE é uma coordenadoria da Superintendência de Direitos Humanos, pasta ligada à Sedhast.

O projeto Estreitando Laços será desenvolvido em todos os municípios de Mato Grosso do Sul. As cidades de MS vão receber as capacitações e poderão esclarecer suas dúvidas sobre a constituição de entidades filantrópicas e o que é preciso para buscar convênios. Um dos critérios para a celebração de convênios entre entidades filantrópicas e a Sedhast, por exemplo, é estar constituída legalmente há pelo menos 3 anos.

Rose Modesto lembra ainda que, além de recursos públicos como convênios com o governo do Estado, as entidades podem também pleitear recursos com o setor privado. “É importante falar que estamos à disposição na Sedhast para atender essas organizações; auxiliá-las com informações sobre a constituição legal e ainda mostrar caminhos para a obtenção de recursos financeiros, sejam eles públicos ou privados”, citou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Posse de Bolsonaro será às 15h de 1º de janeiro, diz Eunício
SELEÇÃO
CBF divulga numeração para últimos amistosos do ano
FISCALIZAÇÃO
Ação contra comércio de pneus usados apreendeu produtos em lojas de Dourados e Campo Grande
LAVA JATO
Lula será interrogado hoje pela juíza que substitui Sérgio Moro
DOURADOS
Polícia faz ação em ‘favelinha’ em busca de criminosos
NOVEMBRO AZUL
'Papo Aberto' acontece nesta quarta-feira, na Unidade 2 da UFGD
TELEVISÃO
Masterchef Profissionais: André é eliminado e Paola cai em prantos
RIO BRILHANTE
Prefeito anuncia corte do próprio salário em 10%
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 33 milhões nesta quarta-feira
ENCONTRO
Azambuja e outros governadores se reúnem hoje com presidente eleito Bolsonaro

Mais Lidas

PEDRO JUAN
Advogada de narcotraficantes brasileiros morre após atentado na fronteira
PARAGUAI
Polícia paraguaia acredita que pistoleiros brasileiros mataram advogada
PEDRO JUAN CABALLERO
Vídeo mostra momento em que advogada é atingida por pistoleiros
FRONTEIRA
Advogada de Pavão e Marcelo Piloto é alvo de atentado com 14 tiros