Menu
Busca segunda, 20 de agosto de 2018
(67) 9860-3221
SEGURANÇA PÚBLICA

Governador volta a cobrar Temer por segurança na fronteira

06 outubro 2017 - 17h20Por Da Redação

O governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), disse na coletiva de imprensa com governadores que integram o Consórcio Brasil Central (CBC) que o governo federal abandonou as fronteiras do país.

“Em qualquer país do mundo quem faz segurança de fronteira são as forças federais. Mas temos total ausência da Polícia Federal, não tem Polícia Rodoviária Federal, e para os estados é empurrado, além da segurança das cidades, a segurança das fronteiras”, disse Azambuja, que em outras ações já cobrou o presidente Michel Temer (PMDB) sobre o fato.

Segundo o chefe do Executivo sul-mato-grossense, o Estado tem 1.400 quilômetros de fronteira seca com Bolívia e Paraguai.

No ano passado, contou, mais de 260 toneladas de maconha e cocaína foram apreendidas pelas forças policiais do Departamento de Operações da Fronteira (DOF), uma unidade especializada estadual, criada pelo governo para fazer o patrulhamento.

“Se for criada uma zona de proteção nas fronteiras, principalmente com Bolívia e Paraguai, diminui bastante o ingresso de armas e drogas no país, que chega aos grandes centros, à Rocinha. O problema é que o governo federal não tem essa estrutura, remete aos estados que fazem hoje o policiamento das fronteiras, mas precisamos da ostensividade”, reclamou.

O governador Reinaldo Azambuja anunciou a realização de uma reunião, no dia 27 de outubro, em Rio Branco (AC) para tratar do problema.

Segundo ele, estão confirmadas a presença do presidente da República Michel Temer; procuradora-geral da República Raquel Dodge; a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carmem Lúcia; o presidente o Senado, Eunício Oliveira e governadores de estados que tem divisa com outros países.

“Queremos uma solução, uma efetiva integração de inteligência de fronteira, senão a gente vai perdendo esta guerra”, declarou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Moraes diz que multas a caminhoneiros não podem ser perdoadas
EDUCAÇÃO
Universidades vão escolher como distribuir bolsas de doutorado
COTAÇÕES
Dólar fecha em alta e vai a R$ 3,95, maior valor desde fevereiro
SELEÇÃO ESTAGIÁRIOS
HU-UFGD divulga resultado preliminar da seleção pública de estagiários
AÇÃO CONJUNTA
Ação conjunta entre PF e PMA autua seis pescadores do Paraná por pesca ilegal
HOMENAGENS
Solenidade marca o Dia Estadual do Ensino Superior
BRASIL
Ministério Público reitera ao TSE parecer pela inelegibilidade de Lula
CAMPO GRANDE
Carro "desce" a rua após ser estacionado e cai em córrego
ELEIÇÕES 2018
Odilon nega “ataque” a Pedro Chaves e diz que nota foi endereçada àqueles que falam em sua desistência
RORAIMA
Força Nacional chega a Boa Vista para reforçar segurança na fronteira

Mais Lidas

BR-463
Acidente mata motociclista que tentava atravessar rodovia em Dourados
BRUTALIDADE
Estudante de medicina brasileira é assassinada na fronteira
FRONTEIRA
Trio suspeito de matar policial paraguaio é preso
FRONTEIRA
Dois são executados a tiros de pistola e fuzil