Menu
Busca quarta, 24 de abril de 2019
(67) 9860-3221
É LEI

Governador sanciona Programa de Desligamento Voluntário

16 abril 2019 - 11h54Por Da Redação

Aprovado pela Assembleia Legislativa, o Programa de Desligamento Voluntário (PDV) foi sancionado pelo governador Reinaldo Azambuja e publicado nesta terça-feira (16.4) no Diário Oficial do Estado.

O PDV é uma alternativa para os servidores que não se adequarem à restituição da jornada normal de trabalho, de 8 horas, que terá início no dia 1º de julho.

De acordo com o texto, os servidores interessados deverão fazer os pedidos de adesão e caberá ao secretário de Estado de Administração e Desburocratização, Roberto Hashioka, analisar as solicitações no prazo de 45 dias úteis.

O servidor que aderir terá direito a receber o equivalente a uma remuneração mensal para cada ano trabalhado, além de uma bonificação de 30%. O pagamento será parcelado, com depósito em conta, sempre na mesma data de vencimento dos servidores.

Ao longo do mês de março, PDV e a restituição da jornada normal de trabalho foram apresentados pela SAD a todas as categorias de servidores.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Mulher é roubada ao esperar ônibus próximo ao HU
DOURADOS
Falta de material atrasa manutenção pública e esquina "interditada" leva perigo a usuários
DOURADOS
Jovem cai em golpe pela internet e perde mais de R$ 4 mil em assalto
SHOWBIZZ
Luísa Sonza nega pausa na carreira para cuidar do marido
BILATERAL
Kim Jong-un chega à Rússia para encontro com Vladimir Putin
ELEIÇÃO
Secretário de Saúde de MS toma posse como vice-presidente do Conass
LOTERIA
Mega-Sena acumulada pode pagar prêmio de R$ 90 milhões nesta quarta
SONORA
Mãe e filha ficam em estado grave ao serem atingidas por motociclista bêbado
UNIGRAN
11ª Jornada de Comunicação inicia nesta quarta-feira em Dourados
APOSENTADORIA
Após quase 9 horas, CCJ aprova parecer a favor da reforma da Previdência

Mais Lidas

DOURADOS
Preso é baleado ao estourar cadeado de cela para buscar ‘encomenda’ no pátio da PED
DOURADOS
Preso baleado na perna tentava pegar malote com 13 celulares
IMPASSES
UFGD "desafia" MEC e Ministério pede realização de nova eleição para Reitoria
DOURADOS
Homem morre no HV após ser espancado e polícia suspeita de latrocínio