Menu
Busca quarta, 20 de novembro de 2019
(67) 9860-3221
ESPORTE

Fundesporte busca parceria com o Flamengo para alavancar os esportes olímpicos em MS

05 novembro 2019 - 16h35Por Da Redação

Dois dirigentes da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte) estiveram no Rio de Janeiro-RJ, de 21 a 24 de outubro, em visita técnica ao Clube de Regatas do Flamengo. O objetivo da viagem foi conhecer a estrutura, os profissionais e o funcionamento do Centro Unificado de Identificação e Desenvolvimento do Atleta de Rendimento (Cuidar) e Parque Olímpico, além de tentar firmar parceria com a agremiação carioca para alavancar o desenvolvimento dos esportes olímpicos e escolares em Mato Grosso do Sul.

A Fundesporte foi representada pelo gerente geral de Desenvolvimento de Atividades Desportivas (Gedel), professor Doutor Paulo Ricardo Nuñez e pelo assessor de gabinete da presidência, Othon Rodrigues Barbosa. Ambos foram convidados pelo ex-atleta da seleção brasileira de basquetebol e diretor-executivo de Esportes Olímpicos do Rubro-Negro, Marcelo Vido. Durante a excursão, os membros da Fundação percorreram as dependências onde são praticados o voleibol, basquetebol, ginástica artística, judô, nado artístico, natação, polo aquático, remo e canoagem.

Segundo Othon Barbosa, a ideia do Flamengo é instalar núcleos de captação de atletas pelo país em busca de material humano para as categorias de base. “Eles não estão conseguindo alimentar a base apenas no Rio e querem migrar para outros locais que tenham atletas em desenvolvimento, fazer núcleos, desde que seja conforme a ‘metodologia Flamengo’ em todas as modalidades”.

Em Mato Grosso do Sul, portanto, a agremiação do Rio “adotaria” os esportes olímpicos. “Está bem adiantado o plano de termos uma escola de alto rendimento do Flamengo no Estado. O clube basicamente adotaria os nossos esportes olímpicos. Levamos ao Rio o que precisávamos e eles nos apresentaram o que podem fazer para nos ajudar e agora vamos alinhar estas ideias”, pontua Barbosa. “A meta é estruturar o projeto nestes últimos dois meses de 2019, colocar no papel o esboço do convênio de colaboração e, em 2020, já colocar isso em prática”, complementa.

Capacitação

O dirigente da Fundesporte ressalta que, em um primeiro momento, o clube carioca enviará profissionais de todas as modalidades olímpicas para oferecerem treinamento aos técnicos sul-mato-grossenses que integram o Programa Escolar de Formação e Desenvolvimento Esportivo de Mato Grosso do Sul, responsável por promover a prática desportiva em escolas da Rede Estadual de Ensino. “A intenção é fazer com que os profissionais rubro-negros venham, passem alguns dias e percorram algumas cidades do Estado, levando treinamento os nossos técnicos, para que estes possam repassar os fundamentos aos seus alunos, em cada escola. Queremos ‘casar’ o Programa Escolar de Formação com essa vinda do pessoal do Flamengo”.

O diretor-executivo de Esportes Olímpicos do Fla esteve em Três Lagoas em julho deste ano para acompanhar a Copa dos Campeões, a grande final dos Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul. Barbosa revela que o convite para conhecer a instituição esportiva na Cidade Maravilhosa foi feito nesta ocasião.

“Convidei-o até para dar início, motivar esta parceria com o Flamengo. Ele veio, gostou muito, ficou impressionado com o que fazemos aqui no Estado. Ele destacou que era um trabalho diferenciado, que muitos Estados não fazem o que realizamos em Mato Grosso do Sul. Foi então que o Vido vislumbrou a possibilidade de ter uma base muito boa em nosso Estado para ele aproveitar no Flamengo”, comenta Barbosa.

No Rio, os representantes da Fundesporte reuniram-se com Luiz Antônio Moreira Júnior, coordenador científico do Cuidar; Gabriela Pussent, analista financeira do Cuidar; Daniela Antunes, treinadora de ginástica artística; Gustavo de Conti (“Gustavinho”), técnico do time profissional de basquete; Edson Figueiredo, supervisor técnico do remo; Floriano Almeida, coordenador técnico do judô; Fernando Pereira (“Nandão”), treinador da natação e Luiz Guilherme Pereira, analista de negócios sênior, responsável pelo setor de captação de recursos.

“Queremos afinar a ideia da captação conjunta de recursos entre Flamengo e Governo do Estado, para serem aplicados no desporto sul-mato-grossense”, finaliza Barbosa.

No Tricolor - Durante o período no Rio de Janeiro, a Fundesporte também teve encontro marcado com dirigentes do Fluminense Football Club. Na visita, as dependências da agremiação poliesportiva foram apresentadas aos representantes sul-mato-grossenses, que também acompanharam treinamento da equipe feminina de voleibol. No Tricolor, Othon Barbosa e Paulo Nuñez foram recepcionados pelo vice-presidente de Esportes Olímpicos do Fluminense, Marcio Trindade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEC
Senado conclui votação para incluir estados na reforma da Previdência
OPERAÇÃO PURIFICAÇÃO
Justiça Federal aceita denúncia contra cinco suspeitos de corrupção na Funsaud
BODOQUENA
Polícia apreende carreta com carga de cigarros contrabandeados
LIBERTADORES
Conmebol troca o árbitro de vídeo após comentário sobre Flamengo e River
EDUCAÇÃO
Governo prevê internet em 100% das escolas urbanas em 2020
TRÊS LAGOAS
Saúde confirma terceira morte por leishmaniose em cidade de MS
RURAL
Plantio da soja atrasa em 30% e preocupa lideranças rurais
AUTOESTIMA
Cassems oferece aula de culinária a beneficiários em tratamento oncológico
TECNOLOGIA
Carteira Digital de Trânsito agora avisa sobre vencimento de CNH
SAÚDE
Dourados: Sanesul constrói reservatórios para 3 milhões de litros de água

Mais Lidas

TRÂNSITO
Aos 84 anos, mulher sai de bailão bêbada e acaba presa após acidente em Dourados
FRONTEIRA
Alvo de pistoleiros, jovem fica ferido após ser atingido por disparos em frutaria
FRONTEIRA
Homem é executado com mais de 20 tiros e gestante baleada
ROCHEDO
"Velho do PCC" morre em confronto com o Choque