Menu
Busca segunda, 22 de abril de 2019
(67) 9860-3221
CONFLITOS NO CAMPO

Frente Parlamentar de defesa do agronegócio e cooperativismo é lançado em MS

22 junho 2015 - 17h30

Problemas de armazenamento, logística, e fundiários foram apontados como os principais desafios da Frente Parlamentar de Defesa do Agronegócio e do Cooperativismo de Mato Grosso do Sul, lançada hoje (22/6) na Assembleia Legislativa.

Atualmente, pelo menos 87 propriedades rurais no Estado estão invadidas, conforme dados repassados pelo presidente da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), Nilton Pickler. “Essas invasões desvalorizam nossas terras, impedem investimentos e atrasam o avanço do nosso Estado”, explicou Nilton.

O coordenador da Frente Parlamentar, deputado estadual Professor Rinaldo (PSDB), explicou que assim como a questão fundiária, a logística também é de fundamental importância para o desenvolvimento do setor do agronegócio. “A falta de logística encarece e atrasa o transporte de tudo o que é produzido”, salientou. Ainda segundo o parlamentar, a Frente será um suporte, uma força maior para que o grupo consiga chegar às respostas que o setor produtivo anseia.

Para o secretário de Estado de Governo, Eduardo Riedel, as ações da Frente Parlamentar vão somar esforços aos trabalhos desenvolvidos em Mato Grosso do Sul com objetivo de fomentar o agronegócio e o cooperativismo. “O cooperativismo é extremamente importante e só funciona com a união de forças”, disse o presidente do sistema OCB/MS (Sindicato e Organizações das Cooperativas Brasileiras no MS), Celso Ramos Régis.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Junior Mochi (PMDB), disse que o agronegócio e o cooperativismo são duas importantes vertentes para a economia do Estado. “A Frente Parlamentar deve trabalhar esses pontos sempre objetivando o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul”, ressaltou. Os parlamentares que compõem a Frente se reunirão a cada 15 dias para discutir questões relacionadas ao setor.


Integrantes

Coordenador: Professor Rinaldo (PSDB)

Subcoordenador: Zé Teixeira (DEM)

Membros: Amarildo Cruz (PT), Beto Pereira (PDT), Eduardo Rocha (PMDB), Felipe Orro (PDT), Flávio Kayatt (PSDB), Junior Mochi (PMDB), Lidio opes (PEN), Mara Caseiro (PTdoB), Marcio Fernandes (PTdoB), Maurício Picarelli (PMDB), Paulo Corrêa (PR) e Renato Câmara (PMDB).

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Idoso desaparece após sair de casa para cobrar dívida de pastor
ESTRADAS
PRF registra queda de 28% em mortes no feriado da Semana Santa
VIOLÊNCIA
Coordenadoria da Mulher capacita rede de atendimento de Dourados
ESTAVA EMBRIAGADA
Após ver caminhonete atingir moto de marido, mulher vai atrás de veículo e ajuda a prender motorista
IRPF
Mais de 13 milhões ainda não enviaram declaração do Imposto de Renda
ECONOMIA
Dólar fecha em leve alta, monitorando avanço da reforma da Previdência
EDUCAÇÃO
Saiba a importância de estimular o cérebro
DOCUMENTO
Eleitores têm até 6 de maio para regularizar título
MS
Droga é encontrada na bagagem de passageiro de veículo contratado via aplicativo
BRASIL
Alunos que tiveram a isenção no Enem negada podem entrar com recurso

Mais Lidas

POLÍCIA
Homem é encontrado morto no Rio Dourados
POLÍCIA
Casal é preso por tráfico, após entrega de crack, na Cachoeirinha
TRAGÉDIA
Casal morre em acidente de moto próximo a Ponta Porã
DOURADOS
Rapaz é ferido com duas facadas e socorrido ao HV