Menu
Busca terça, 23 de abril de 2019
(67) 9860-3221
NEGÓCIO DE FAMÍLIA

Fraude em contratos podem ter resultado em prejuízo de quase R$ 1 milhão aos cofres públicos

16 abril 2019 - 14h05Por Da Redação

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul, por meio do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) deflagrou na manhã desta terça-feira (16/4), a "Operação Negócio de Família" para dar cumprimento a oito mandados de busca e apreensão, quatro de prisão preventiva e três mandados de medidas cautelares diversas da prisão.

O objetivo da operação é dar fim à organização criminosa voltada à prática dos crimes de peculato, fraude a licitações e falsidade ideológica.

Conforme o Ministério Público apurou, a organização atuou por anos desviando valores, que devem chegar a R$ 900 mil desviados da Câmara Municipal de Água Clara. 

No decorrer das investigações, conduzidas pela Promotoria de Justiça de Água Clara, apurou-se o desvio de verba pública na Câmara Municipal do Município, via elaboração de processos licitatórios fraudulentos para a contratação de assessoria em diversas áreas da gestão pública.

O trabalho de investigação acredita que o desvio teve início com a elaboração de processos licitatórios na modalidade carta convite, os quais eram direcionados a empresas pré-determinadas. Sendo assim, a empresa que vencia a licitação não prestava o serviço, porém recebia todos os valores, os quais, posteriormente, eram repassados aos agentes públicos envolvidos.

Os mandados foram expedidos pelo Juízo da Comarca de Água Clara.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAARAPÓ
Bombeiros fazem buscas por criança de 11 anos que se afogou em rio
TRÊS LAGOAS
Confirmado segundo caso de gripe H1N1 em Mato Grosso do Sul
UEMS
Engenharia Ambiental e Sanitária faz questionário à população douradense
JUDICIÁRIO
TJ/MS terá horário de funcionamento invertido nesta quarta-feira
MEIO AMBIENTE
Ambiental apreende 1.250 metros de redes e liberta 25 kg de peixes
ELEIÇÕES
TRE/MS volta atrás e diz que população escolherá novo prefeito de Miranda
POLÍTICA
Governadores irão ao Congresso discutir Plano Mansueto, Fundeb e Lei Kandir
COMBUSTÍVEIS
Petrobras volta a subir preço da gasolina nas refinarias após 18 dias
INOCENTE
Defesa do ex-presidente Lula diz que vai recorrer para garantir absolvição
ECONOMIA
Dólar fecha em queda, de olho na votação da reforma da Previdência na CCJ

Mais Lidas

DOURADOS
Homem é preso após oferecer cocaína a policiais militares
DOURADOS
Motociclista morre ao bater na traseira de carreta no Terra Roxa
RIO BRILHANTE
Vídeo mostra acidente que matou ex-jogador do Águia Negra
DOURADOS
Homem encontrado morto no rio Dourados foi deixado no local pelo sobrinho no sábado