Menu
Busca sexta, 19 de julho de 2019
(67) 9860-3221
NEGÓCIO DE FAMÍLIA

Fraude em contratos podem ter resultado em prejuízo de quase R$ 1 milhão aos cofres públicos

16 abril 2019 - 14h05Por Da Redação

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul, por meio do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) deflagrou na manhã desta terça-feira (16/4), a "Operação Negócio de Família" para dar cumprimento a oito mandados de busca e apreensão, quatro de prisão preventiva e três mandados de medidas cautelares diversas da prisão.

O objetivo da operação é dar fim à organização criminosa voltada à prática dos crimes de peculato, fraude a licitações e falsidade ideológica.

Conforme o Ministério Público apurou, a organização atuou por anos desviando valores, que devem chegar a R$ 900 mil desviados da Câmara Municipal de Água Clara. 

No decorrer das investigações, conduzidas pela Promotoria de Justiça de Água Clara, apurou-se o desvio de verba pública na Câmara Municipal do Município, via elaboração de processos licitatórios fraudulentos para a contratação de assessoria em diversas áreas da gestão pública.

O trabalho de investigação acredita que o desvio teve início com a elaboração de processos licitatórios na modalidade carta convite, os quais eram direcionados a empresas pré-determinadas. Sendo assim, a empresa que vencia a licitação não prestava o serviço, porém recebia todos os valores, os quais, posteriormente, eram repassados aos agentes públicos envolvidos.

Os mandados foram expedidos pelo Juízo da Comarca de Água Clara.

Deixe seu Comentário

Leia Também

INTERNACIONAL
Junho teve a maior temperatura já registrada para o mês no planeta
ECONOMIA
Dólar termina a semana em alta, de olho em projeções sobre juros nos EUA
DOIS IRMÃOS DO BURITI
Ex-prefeito terá que devolver dinheiro pago em licitação sem nota fiscal
JUSTIÇA
Desembargadores mantêm regime semiaberto para motorista embriagado
ARTIGO
Como transformar uma casa em lar
BRASIL
Montezano: prioridade é abrir caixa-preta do BNDES
ESTATAL
Após fechar agências em MS, Correios renova frota de furgões
INVESTIGAÇÕES
Preso no RJ, suspeito de planejar morte de “chefão da fronteira” é acusado de lavagem de dinheiro em MS
ESTÉTICA
Conheça um pouco mais sobre o Microagulhamento
POLÍTICA
“A gente precisa mendigar apoio”, diz vereador sobre falta de representatividade em Brasília

Mais Lidas

FRONTEIRA
Pistoleiros são presos após executarem homem a tiros
DOURADOS
Delegado encerra Inquérito e aguarda perícia para saber se tiro que matou bioquímico foi acidental
DOURADOS
AGORA: Homem é baleado no Estrela Verá
FRONTEIRA
Suspeito de ter matado homem encontrado boiando em rio é preso