Menu
Busca sábado, 16 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
DEBATE

Fortalecimento da cadeia produtiva da Guavira será tema de debate em Bonito

13 setembro 2017 - 18h50

No nome da canção, do festival ou da premiação a escritores que se destacam no cenário de Mato Grosso do Sul, a Guavira agora também pode se tornar fruto de símbolo do Estado. Por sua relevância e até potencial econômico, a frutinha terá sua importância debatida em audiência pública em Bonito.

A proposta apresentada pela Assembleia Legislativa, por intermédio do deputado Renato Câmara (PMDB), em parceria com a Prefeitura e Câmara Municipal de Bonito, tem o objetivo de debater o fortalecimento e preservação dos guavirais e o aproveitamento comercial do fruto pela agricultura familiar.

A audiência será realizará no dia 15 de setembro às 08h30 no plenário "Tetê Faria". Em Bonito, a fruta é utilizada na composição de pratos tradicionais, sorvetes, picolés, drinques e os mais antigos até utilizam a guavira para fins medicinais. Tamanha sua importância e tradição, a guavira já conquistou o privilégio de ter um festival em sua homenagem.

Geralmente realizado em novembro, época de colheita da fruta, o Festival da Guavira de Bonito é uma mistura de cultura e gastronomia. Além da variedade de pratos feitos com base na fruta, o festival ainda agrega música tradicional e exposição do artesanato local.

Com a diminuição dos guavirais em decorrência da expansão da pecuária, das lavouras e do crescimento populacional, especialistas acreditam que a melhor maneira de conservar a planta é viabilizar o seu cultivo do ponto de vista econômico, para consumo próprio e para comercialização.

Projeto de lei

O projeto de lei apresentado por Renato Câmara propõe que a Guavira seja reconhecida como fruta símbolo de MS. Conforme Renato Câmara, na prática, a proposta autoriza a inclusão da guavira em todas as divulgações turísticas do Mato Grosso do Sul, veiculadas dentro e fora do Estado.

Para o deputado, o projeto de lei também vai fortalecer o nome da fruta e possibilitará a realização de eventos e festivais gastronômicos com o tema, gerando ocupação e renda e valorizando a cultura sul-mato-grossense.

"A guavira é uma fruta típica do cerrado, de modo que com o presente projeto de lei ela terá valor simbólico cultural para o povo sul-mato-grossense. A fruta é apreciada por milhares de pessoas e nada mais justo do que esse reconhecimento", destacou o deputado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAUUUUU!!
Graciele Lacerda exibe corpão em foto e recebe enxurrada de elogios
PROVA ACONTECE AMANHÃ
Concurso da Educação terá reforço na segurança
BRASIL
eSocial já tem 24 milhões de trabalhadores cadastrados
490 EMPRESAS
Jucems registra em janeiro, melhor resultado em cinco anos
BRASIL
Após tragédia, futuro do Ninho do Urubu está indefinido
CAMPO GRANDE
Casa é queimada e morador acredita em fogo criminoso
PROVAS AMANHÃ
Agência orienta candidatos de concurso a não viajarem com transportadores clandestinos
CASO QUE CHOCOU
Homem que furtou corpo de cemitério disse ter ouvido vozes
BRASIL
Repasses de fevereiro a beneficiários do Bolsa Família vão até o dia 28
BELEZA NATURAL
Asfalto da MS-450 avança entre morros e potencializa o turismo na Estrada Ecológica

Mais Lidas

TRÂNSITO
Vídeo mostra acidente que matou duas pessoas em Dourados
TRÂNSITO QUE MATA
Dois morrem em colisão frontal em Dourados
DOURADOS
Jovem morre após troca de tiros com a polícia no Água Boa
JARDIM COLIBRI
Homem é executado na frente da mulher em Dourados