Menu
Busca segunda, 17 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221
DEBATE

Fortalecimento da cadeia produtiva da Guavira será tema de debate em Bonito

13 setembro 2017 - 18h50

No nome da canção, do festival ou da premiação a escritores que se destacam no cenário de Mato Grosso do Sul, a Guavira agora também pode se tornar fruto de símbolo do Estado. Por sua relevância e até potencial econômico, a frutinha terá sua importância debatida em audiência pública em Bonito.

A proposta apresentada pela Assembleia Legislativa, por intermédio do deputado Renato Câmara (PMDB), em parceria com a Prefeitura e Câmara Municipal de Bonito, tem o objetivo de debater o fortalecimento e preservação dos guavirais e o aproveitamento comercial do fruto pela agricultura familiar.

A audiência será realizará no dia 15 de setembro às 08h30 no plenário "Tetê Faria". Em Bonito, a fruta é utilizada na composição de pratos tradicionais, sorvetes, picolés, drinques e os mais antigos até utilizam a guavira para fins medicinais. Tamanha sua importância e tradição, a guavira já conquistou o privilégio de ter um festival em sua homenagem.

Geralmente realizado em novembro, época de colheita da fruta, o Festival da Guavira de Bonito é uma mistura de cultura e gastronomia. Além da variedade de pratos feitos com base na fruta, o festival ainda agrega música tradicional e exposição do artesanato local.

Com a diminuição dos guavirais em decorrência da expansão da pecuária, das lavouras e do crescimento populacional, especialistas acreditam que a melhor maneira de conservar a planta é viabilizar o seu cultivo do ponto de vista econômico, para consumo próprio e para comercialização.

Projeto de lei

O projeto de lei apresentado por Renato Câmara propõe que a Guavira seja reconhecida como fruta símbolo de MS. Conforme Renato Câmara, na prática, a proposta autoriza a inclusão da guavira em todas as divulgações turísticas do Mato Grosso do Sul, veiculadas dentro e fora do Estado.

Para o deputado, o projeto de lei também vai fortalecer o nome da fruta e possibilitará a realização de eventos e festivais gastronômicos com o tema, gerando ocupação e renda e valorizando a cultura sul-mato-grossense.

"A guavira é uma fruta típica do cerrado, de modo que com o presente projeto de lei ela terá valor simbólico cultural para o povo sul-mato-grossense. A fruta é apreciada por milhares de pessoas e nada mais justo do que esse reconhecimento", destacou o deputado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Letícia Santiago exibe barriga negativa menos de três meses após parto
FORAGIDO
Polícia Federal divulga possíveis disfarces de Cesare Battisti
ESPONTANEAMENTE
João de Deus, acusado de abusos sexuais, se entrega à polícia em Goiás
TRÊS LAGOAS
Motorista perde controle e tomba carreta carregada de celulose na BR-158
IMUNIZAÇÃO
Ministério da Saúde faz alerta para vacinação em período de férias
DOF
Veículo furtado em Curitiba é recuperado a caminho do Paraguai
ESCOLA AVANI
Projeto de Extensão organiza Colônia de Férias em Dourados
OPORTUNIDADES
Concursos: 15 órgãos abrem inscrições para 409 vagas nesta segunda
TRÊS LAGOAS
Dupla invade casa e foge com objetos avaliados em R$ 60 mil
CLÁUSULA PÉTREA
Bolsonaro diz que pena de morte não será debatida em seu governo

Mais Lidas

ABV
Homem é preso por tentativa de furto em supermercado de Dourados
QUINTINO BOCAIUVA
Bombeiros combatem incêndio em apartamento no centro de Dourados
DOURADOS
Homem de 35 anos é preso acusado de estupro de vulnerável
CAMPO GRANDE
Motociclista encontra bilhete em retrovisor quebrado: 'Caráter'