Menu
Busca quarta, 17 de outubro de 2018
(67) 9860-3221
CRIME AMBIENTAL

Fazendeiro é autuado em R$ 57 mil por desmatamento ilegal

Fazendeiro é autuado em R$ 57 mil por desmatamento ilegal

27 setembro 2017 - 15h30Por Gizele Almeida

Um fazendeiro,59, residente em São Gabriel do Oeste, foi autuado administrativamente e multado em R$ 57 mil por desmatamento ilegal de uma área de 190 hectares. O fato ocorreu em uma propriedade rural em Bandeirantes.

Equipe de policiais militares ambientais de Campo Grande realizou fiscalização na área situada a aproximadamente 30 km da sede do município e identificou o desmatamento de área de vegetação de cerrado sem autorização do órgão ambiental.

O fazendeiro desmatou uma área de 190 hectares, medidos em GPS pelos policiais para atividade de agricultura e a área já estava gradeada para o plantio.

Parte da madeira estava sendo juntada em leiras no local. As atividades foram interditadas. 

O infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 57mil.

Ele também responderá por crime ambiental, que prevê pena de seis meses a um a ano de detenção.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TEMPO
Quarta-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados
UAU
Natália Casassola posa seminua em sessão de fotos sensuais
CORUMBÁ
Rapaz defende mulher em briga de casal e acaba assassinado;
ESPORTES
MS garante vaga na série A do Brasileiro de Futebol para Amputados
SAÚDE
Desafios na prescrição de agrotóxicos é tema de palestra em Dourados
UEMS
Núcleo de Línguas abre inscrições para provas de proficiência
SOLIDARIEDADE
Amambai se une na busca por idoso de 86 anos desaparecido
PROSEGUR
Oito brasileiros são condenados por mega-assalto no Paraguai
TRÁFICO
Jovens são flagrados com droga que seria entregue no Guarujá
ELEIÇÕES 2018
Denúncias de fraude em urnas serão registradas on-line

Mais Lidas

DOIS DIAS DEPOIS
Servidora pública é encontrada nos fundos de residência que estava para alugar
DOURADOS
Cinco anos após crime, acusados pela morte de vendedor douradense vão a júri popular
DOURADOS
Familiares continuam na busca por mulher desaparecida e criticam falsos alertas
FLAGRANTE
Polícia fecha “distribuidora” de drogas em Dourados