Menu
Busca sexta, 16 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
ENQUETE

Execuções na região de fronteira tem ligação com disputa por tráfico

01 junho 2015 - 10h36

As recentes execuções ocorridas na fronteira do Brasil com o Paraguai através do Mato Grosso do Sul tem ligação com o tráfico de drogas. É o que avalia os 158 internautas (44,63%) do Dourados News que responderam a enquete proposta pelo jornal na semana passada.

A violência registrada nesses locais, mais precisamente nas cidades de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero, vitimou várias pessoas entre abril e maio.

Para a polícia, a principal causa é realmente a ligação de alguns desses crimes com o tráfico de drogas, porém, não são descartados possibilidades de vinganças e acerto de contas, segunda opção mais lembrada da enquete com 116, ou 32,77% dos votantes.

Já para 20,06%, ou 71 internautas, os homicídios são realizados por disputas entre os ‘chefões’ por mais espaço no local.

Outros 2,54%, ou nove pessoas, colocam brigas no comércio como causa das mortes.

NOVA ENQUETE

Na enquete da semana, o Dourados News quer saber qual o seu posicionamento na greve dos professores da Rede Estadual de Ensino. Participe!


Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Seleção para preencher vagas de médicos cubanos ocorre ainda este mês
PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA
Radares flagram quase 500 motoristas por excesso de velocidade nas BR's de MS
DOURADOS
Grupo ABV realiza sorteio de carro 0km
TRÂNSITO
Bêbado, homem é preso ao provocar acidente
ÁFRICA DO SUL
Prédio de apartamentos é construído com 140 contêineres
BRASIL
Bolsonaro diz que nomes de comandantes militares não estão definidos
PÓS-FERIADO
Centrão ‘calmo’ é reflexo do feriado no meio da semana em Dourados
CAMPO GRANDE
Para não bater em capivaras, motorista desvia, perde controle e capota veículo
ALERTA
Procon orienta sobre cuidados para compras na Black Friday
RURAL
Integração lavoura-pecuária atrai mais produtores em MS

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Empresário é executado e filho fica ferido em atentado
CAMPO GRANDE
Empresário executado na Capital era avalista em dívida de R$ 40 milhões
SUSTO
Veículo com placas de Dourados fica destruído ao ser atingido por vagões de trem
DOURADOS
Dupla armada rouba moto para assaltar empresa e levar R$ 3 mil