Menu
Busca quarta, 15 de agosto de 2018
(67) 9860-3221
POLÍTICA

Ex-prefeito e senador continua tratamento e quadro é estável

10 novembro 2017 - 16h20Por Da Redação

O ex-prefeito de Campo Grande e ex-senador da República, Juvêncio César da Fonseca, 82, está internado em apartamento particular na Santa Casa de Campo Grande, dando continuidade ao tratamento de insuficiência cardíaca.

Segundo informações do Correio do Estado, a princípio ele está estável, consciente e orientado, realizando fisioterapia e não há previsão de quando deixará o hospital.

Juvêncio deixou o Centro de Tratamento Intensivo na quarta-feira (8). Ele foi internado na terça-feira (7), com quadro de insuficiência cardíaca – doença crônica que provoca tosse, fraqueza e fadiga.

Advogado e político famoso no Estado, ele foi vereador de 1983 até 1985, quando se candidatou à prefeitura de Campo Grande. Eleito, comandou a cidade por dois mandatos. 

Assumiu o cargo de senador da República por Mato Grosso do Sul em 1998, tendo exercido o mandato até 31 de janeiro de 2007. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROVOCOU
Nat Tanajura posa de fio dental cavado e confessa: "Sou danada"
BRASIL
Câmara aprova texto que permite à polícia agir para proteger mulheres
BRASIL
Cármen Lúcia tem reunião com grupo pró-Lula e grevista de fome
CIDADES
Inquérito Civil vai averiguar aumento indevido da conta de água e esgoto na Capital
BRASIL
STF retira de Moro trecho de delação sobre Lula e Mantega
MOUNTAIN BIKE
Atleta do MS conquista campeonato brasileiro no ES
ARTIGO
"Sempre é tempo de mudar"
COTAÇÕES
Dólar fecha em queda nesta terça, abaixo de R$ 3,90
DIGITALIZAÇÃO
Até outubro, todas as capitais receberão apenas sinal digital de TV
TRÁFICO
Polícia apreende carga com 165 kg de maconha e porção de skunk

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia não descarta crime passional em caso de cabeleireiro morto a facadas
DOURADOS
Motociclista invade a contramão e executa homem no Piratininga
DOURADOS
Casal é preso por tráfico no João Paulo II após denúncia de populares
DOURADOS
Homem é assassinado no Jardim Piratininga