Menu
Busca terça, 18 de junho de 2019
(67) 9860-3221
POLÍTICA

Ex-prefeito e senador continua tratamento e quadro é estável

10 novembro 2017 - 16h20Por Da Redação

O ex-prefeito de Campo Grande e ex-senador da República, Juvêncio César da Fonseca, 82, está internado em apartamento particular na Santa Casa de Campo Grande, dando continuidade ao tratamento de insuficiência cardíaca.

Segundo informações do Correio do Estado, a princípio ele está estável, consciente e orientado, realizando fisioterapia e não há previsão de quando deixará o hospital.

Juvêncio deixou o Centro de Tratamento Intensivo na quarta-feira (8). Ele foi internado na terça-feira (7), com quadro de insuficiência cardíaca – doença crônica que provoca tosse, fraqueza e fadiga.

Advogado e político famoso no Estado, ele foi vereador de 1983 até 1985, quando se candidatou à prefeitura de Campo Grande. Eleito, comandou a cidade por dois mandatos. 

Assumiu o cargo de senador da República por Mato Grosso do Sul em 1998, tendo exercido o mandato até 31 de janeiro de 2007. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL
Peru vence e assume a liderança do grupo do Brasil na Copa América
JUDICIÁRIO
Procuradores definem lista tríplice para sucessão de Dodge na PGR
AQUIDAUANA
Polícia prende nove suspeitos de furtar 100 quilos de cocaína em delegacia
ECONOMIA
Portaria amplia autorização para trabalho aos domingos e feriados
RIO BRILHANTE
Traficante foge ao ver abordagem e abandona mais de 350kg de maconha
JUSTIÇA
Mãe e filho serão indenizados por ter imagem denegrida na internet
PROMOÇÃO
Rede Abevê Supermercados realiza último sorteio da Campanha Sonhos a bordo
PARAGUAI
Homem escapa de sequestro, mas acaba executado por pistoleiros em posto
DOURADOS
Torcedores veem meninas do Brasil à frente dos homens no futebol
CORPUS CHRISTI
Operação nas rodovias estaduais começa na quinta-feira

Mais Lidas

AQUIDAUANA
Douradense desaparece nas águas do rio Aquidauana durante banho
PARAGUAI
Motim termina com 10 mortos e presos queimados e decapitados
DOURADOS
Perseguição na Coronel Ponciano termina com homem preso e apreensão de mais de 700kg de maconha
MASSACRE EM SAN PEDRO
Ministro paraguaio promete expulsar membros do PCC após motim com 10 mortos