Menu
Busca quarta, 12 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221
VÔLEI DE PRAIA

Etapa em Campo Grande terá ao menos quatro atletas da casa

13 setembro 2017 - 17h35

A torcida local tem bons motivos para acreditar em uma final com algum atleta sul-mato-grossense na etapa de Campo Grande do Circuito Brasileiro Open de Vôlei de Praia. O torneio começa nesta quarta-feira (13) e são quatro atletas representando o estado e garantidos pelo ranking de entradas.

O número pode aumentar ainda mais após a definição das duplas que conseguirão a vaga pelo classificatório.

Na fase de grupos, já estão garantidos os atletas olímpicos Benjamin e Talita, que apesar de ser federada por Alagoas, é nascida em Aquidauana, além do campeão brasileiro Saymon e da campeã mundial Sub-19, Victoria. Na quarta e quinta-feira, acontecem as disputas do classificatório, e outros nove atletas federados pelo Mato Grosso do Sul tentarão uma vaga.

Talita, que mora no Rio de Janeiro, comemorou a oportunidade de ‘voltar para casa’ e disputar a competição perto de amigos e familiares. Ela ainda defende o título, já que venceu a etapa da temporada passada ao lado de Larissa, abrindo caminho para vencer o tri brasileiro.

"Estou muito empolgada, depois de muitos anos sem etapas, voltamos a ter Campo Grande recebendo a elite do vôlei brasileiro no ano passado, quando consegui subir ao pódio com a Larissa. E agora novamente nesta temporada. É ótimo jogar perto da família. Eles acompanham todos os jogos e incentivam muito. Durante a temporada, assistem muitos pela televisão, e agora poderão vibrar de perto", disse a atleta de Aquidauana.

Quem também chega com moral é Saymon, que ao lado de Álvaro Filho, defende o título da temporada. Em 2016, o ouro ficou muito próximo – eles foram superados na final por Ricardo e André Stein – e, agora, o atleta da casa quer dar ainda mais alegrias aos familiares.

"As expectativas são altas, jogar ao lado da minha família, da minha terra, é maravilhoso. Temos uma pressão a mais por sermos os atuais campeões brasileiros, mas agora é um ciclo novo, tudo novo. Esquecemos o que conquistamos, cabeça limpa, novos objetivos e vamos com toda força em busca de bons resultados".

A competição passou de 16 para 24 times na fase de grupos, em ambos os gêneros. A definição das duplas acontece de duas maneiras. Os primeiros 16 times mais bem colocados no ranking nacional entram direto na fase principal, enquanto as outras oito duplas saem do classificatório, que ocorre na quarta (feminino) e quinta-feira (masculino).

O classificatório conta com até 32 times que disputam partidas eliminatórias diretas, com os últimos oito ‘sobreviventes’ finais avançando para a fase de grupos.

As 24 duplas disputam a fase de grupos em seis grupos de quatro times. Os primeiros e segundos colocados de cada chave, além dos quatro melhores terceiros colocados vão para as oitavas de final. Desta etapa em diante o torneio segue em formato eliminatório direto até a decisão. A final feminina acontece na noite de sábado (16.9), enquanto a disputa do ouro no torneio masculino fica para a manhã de domingo (17.9).

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO GOVERNO
Bolsonaro conversa com a bancada do Democratas
FAMOSOS
Gabi Prado retorna para "A Fazenda", reencontra João e se recusa a ir embora
REGIÃO
André Nezzi e Gordo da Tigre tomam posse em Caarapó
DOURADOS
Mulher é assaltada por dupla em moto no Água Boa
BRASIL
João de Deus aparece para trabalhar, mas fica apenas 10 minutos
MEDICINA
Como o corpo dos idosos reage a uma infecção urinária?
DOURADOS
Idoso é preso por abusar de criança durante três anos: “ela fazia porque gostava”
SAÚDE
Campanha de vacinação imuniza 13,4 mil trabalhadores de indústria em MS
'CAVALO DE AÇO'
Competição de Paintball em MS reúne participantes de várias regiões do país
NORDESTE DO BRASIL
Paraíso brasileiro: encante-se por Fernando de Noronha

Mais Lidas

DOURADOS
Contador e esposa são presos na segunda fase da Operação Pregão
DOURADOS
Polícia prende acusado de agredir e esfaquear idosa em assalto
TRAGÉDIA
Neto matou avó com duas facadas nas costas
TRAGÉDIA EM ITAPORÃ
Antes de assassinato, menor discutiu com a avó porque queria vir para Dourados