Menu
Busca domingo, 17 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
ECONOMIA

Encontro debate vantagens do corredor bioceânico para MS

20 setembro 2017 - 19h50

O presidente da Fiems, Sérgio Longen, o secretário estadual de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, o diretor-presidente da CCR MSVia, Roberto Calixto, o vice-presidente do Grupo CCR, José Braz, o superintendente-administrativo de contratos do Grupo CCR, Guilherme Motta, e o responsável pelas relações institucionais do Grupo CCR, Claudeir Mata, reuniram-se, nesta quarta-feira (20/09), no Edifício Casa da Indústria, para tratar sobre as vantagens competitivas que Mato Grosso do Sul terá com a viabilização do corredor bioceânico rodoviário, que ligará o Estado até os portos do norte do Chile.

Segundo Sérgio Longen, interessa em muito para a Fiems e para o Governo do Estado a participação da CCR no projeto de viabilização do corredor bioceânico rodoviário. "O Grupo tem avaliado e visto que esse corredor hoje é uma realidade. Por isso, a empresa tem interesse de conhecer todos os projetos e avaliar as oportunidades que ela pode obter para avançar nessa área", falou.

Ele acrescenta que para Mato Grosso do Sul o corredor bioceânico rodoviário é um dos grandes projetos de desenvolvimento. "Além da competitividade, o corredor é uma obra muito importante para o nosso Estado e grandes empresas como a CCR está interessada no projeto. Nesse sentido, é muito importante para nós colaborarmos com a concessionária e integrarmos esse grupo de trabalho capitaneado pelo ministro de Relações Exteriores do Brasil, João Carlos Parkinson de Castro. Enfim, são ações de desenvolvimento e estamos avançando nas discussões", declarou.

Já o secretário estadual de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, acrescenta que a reunião teve como foco repassar ao Grupo CCR a viabilização da rota bioceânica rodoviária. "Nós explicamos aos diretores do CCR o andamento do projeto e eles, como um grupo empresarial do setor de logística do País, queriam entender melhor o corredor. Esse projeto é muito positivo e, tendo a CCR, penso que tem formas de o Grupo contribuir, então penso que foi de muita avalia o interesse deles e espero que se aprofundem nesse assunto junto com o Governo", ressaltou.

Para o diretor-presidente da CCR MSVia, Roberto Calixto, a reunião foi muito produtiva e serviu para esclarecer alguns pontos do corredor bioceânico rodoviário até os portos do norte do Chile. "Não temos dúvida de que se trata de um projeto que muda as características da exportação brasileira e isso é um avanço para Mato Grosso do Sul. O Grupo CCR, que atua na área de infraestrutura de rodovia, tem muito interesse na viabilização desse corredor e, por isso, vamos analisar e continuar trabalhando para contribuir com esse projeto", pontuou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAUUUUU!!
Graciele Lacerda exibe corpão em foto e recebe enxurrada de elogios
PROVA ACONTECE AMANHÃ
Concurso da Educação terá reforço na segurança
BRASIL
eSocial já tem 24 milhões de trabalhadores cadastrados
490 EMPRESAS
Jucems registra em janeiro, melhor resultado em cinco anos
BRASIL
Após tragédia, futuro do Ninho do Urubu está indefinido
CAMPO GRANDE
Casa é queimada e morador acredita em fogo criminoso
PROVAS AMANHÃ
Agência orienta candidatos de concurso a não viajarem com transportadores clandestinos
CASO QUE CHOCOU
Homem que furtou corpo de cemitério disse ter ouvido vozes
BRASIL
Repasses de fevereiro a beneficiários do Bolsa Família vão até o dia 28
BELEZA NATURAL
Asfalto da MS-450 avança entre morros e potencializa o turismo na Estrada Ecológica

Mais Lidas

TRÂNSITO
Vídeo mostra acidente que matou duas pessoas em Dourados
TRÂNSITO QUE MATA
Dois morrem em colisão frontal em Dourados
DOURADOS
Jovem morre após troca de tiros com a polícia no Água Boa
JARDIM COLIBRI
Homem é executado na frente da mulher em Dourados