Menu
Busca quarta, 22 de maio de 2019
(67) 9860-3221
ECONOMIA

Encontro debate vantagens do corredor bioceânico para MS

20 setembro 2017 - 19h50

O presidente da Fiems, Sérgio Longen, o secretário estadual de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, o diretor-presidente da CCR MSVia, Roberto Calixto, o vice-presidente do Grupo CCR, José Braz, o superintendente-administrativo de contratos do Grupo CCR, Guilherme Motta, e o responsável pelas relações institucionais do Grupo CCR, Claudeir Mata, reuniram-se, nesta quarta-feira (20/09), no Edifício Casa da Indústria, para tratar sobre as vantagens competitivas que Mato Grosso do Sul terá com a viabilização do corredor bioceânico rodoviário, que ligará o Estado até os portos do norte do Chile.

Segundo Sérgio Longen, interessa em muito para a Fiems e para o Governo do Estado a participação da CCR no projeto de viabilização do corredor bioceânico rodoviário. "O Grupo tem avaliado e visto que esse corredor hoje é uma realidade. Por isso, a empresa tem interesse de conhecer todos os projetos e avaliar as oportunidades que ela pode obter para avançar nessa área", falou.

Ele acrescenta que para Mato Grosso do Sul o corredor bioceânico rodoviário é um dos grandes projetos de desenvolvimento. "Além da competitividade, o corredor é uma obra muito importante para o nosso Estado e grandes empresas como a CCR está interessada no projeto. Nesse sentido, é muito importante para nós colaborarmos com a concessionária e integrarmos esse grupo de trabalho capitaneado pelo ministro de Relações Exteriores do Brasil, João Carlos Parkinson de Castro. Enfim, são ações de desenvolvimento e estamos avançando nas discussões", declarou.

Já o secretário estadual de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, acrescenta que a reunião teve como foco repassar ao Grupo CCR a viabilização da rota bioceânica rodoviária. "Nós explicamos aos diretores do CCR o andamento do projeto e eles, como um grupo empresarial do setor de logística do País, queriam entender melhor o corredor. Esse projeto é muito positivo e, tendo a CCR, penso que tem formas de o Grupo contribuir, então penso que foi de muita avalia o interesse deles e espero que se aprofundem nesse assunto junto com o Governo", ressaltou.

Para o diretor-presidente da CCR MSVia, Roberto Calixto, a reunião foi muito produtiva e serviu para esclarecer alguns pontos do corredor bioceânico rodoviário até os portos do norte do Chile. "Não temos dúvida de que se trata de um projeto que muda as características da exportação brasileira e isso é um avanço para Mato Grosso do Sul. O Grupo CCR, que atua na área de infraestrutura de rodovia, tem muito interesse na viabilização desse corredor e, por isso, vamos analisar e continuar trabalhando para contribuir com esse projeto", pontuou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Sabrina Sato posa em ensaio de moda praia: "de boa já com o biquíni"
NOVA ANDRADINA
Polícia fecha "boca de fumo" chefiada por adolescente de 17 anos
PGR
Procurador de Mato Grosso do Sul disputa sucessão de Raquel Dodge
ENERGIA ELÉTRICA
Aneel reajusta valor das bandeiras tarifárias; maior é de 50% na amarela
PANTANAL
Empresários realizam encontro da pesca em apoio a cota zero
BRASIL
Senado aprova regulamentação da profissão de cuidador de idosos
CRIME AMBIENTAL
Paranaense é autuado em R$ 12 mil por armazenamento de madeira ilegal
CONCURSO
IBGE lança edital com 209 vagas de recenseador e agente censitário
CAPITAL
Travesti é suspeita de matar vendedor de 48 anos com 14 facadas
SELEÇÃO
UEMS abre inscrições para processo seletivo de professores temporários

Mais Lidas

DOURADOS
Presos fazem motim na PED em ala ocupada por membros de facção criminosa
ACIDENTE
Motociclista avança preferencial, colide com outra moto e morre
EDUCAÇÃO
Greve atinge escolas em Dourados e prejudica merenda, inspeção e limpeza
DOURADOS
Jovens são presos tentando arremessar drogas para dentro da Unei