Menu
Busca terça, 19 de junho de 2018
(67) 9860-3221
CRIME AMBIENTAL

Dono de rancho de pesca é multado em R$ 5 mil por obra irregular

08 outubro 2017 - 07h30Por Da Redação

Uma equipe de Policiais Militares Ambientais de Cassilândia, que trabalha na operação pré-piracema, realizava fiscalização no município, nas imediações do rio Aporé e localizou no início da noite de sexta (6), a construção em alvenaria de uma residência para servir como um rancho pesqueiro, à margem do rio, dentro da área de preservação permanente (APP) de matas ciliares, que é protegida por lei.

Além da construção ilegal, o proprietário cortou vegetação na área protegida sem autorização ambiental.

A PMA interditou as atividades. O infrator (61), residente em Cassilândia, foi autuado administrativamente e multado em R$ 5.000,00 pela construção ilegal.

Ele também responderá por crime ambiental de degradar área de preservação permanente (APP) e, se condenado, poderá pegar pena de detenção, de um a três anos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

HOMENAGEM
Renato Câmara entrega medalhas aos agentes da segurança pública de Dourados
DEFRON
Traficante condenado a mais de 12 anos é preso em Dourados
EDUCAÇÃO
Acordo formaliza implementação do projeto MPT na Escola
EX-PRESIDENTE
STF marca julgamento de pedido de liberdade de Lula para o dia 26
DIVERSIDADE
Abertura da 2ª Mostra LGBTIQ+ de Cinema será nesta sexta-feira
PARQUE DOS JEQUITIBÁS
Délia recebe moradores e apresenta investimento de R$ 3 milhões
ATENTADO CONTRA DIRCEU BETTONI
Sigilos bancário e telefônico de presos serão quebrados
TRÂNSITO
Recusas ao bafômetro superam flagrantes por dirigir bêbado nas rodovias federais
FALHA TECNOLÓGICA
Google vai corrigir falha no Chromecast que mostra localização de internautas
TRONCO E CONTENÇÃO PARA OVINOS
Invenção que otimiza ovinocultura é 2ª patente concedida à UFGD

Mais Lidas

PARANHOS
Testemunha de atentado a prefeito é executada
PARANHOS
Calote em venda de fazenda teria motivado atentado a prefeito
ÁGATA DE AÇO II
Brigada de Dourados desloca 600 homens para atuar contra crimes fronteiriços
SOLIDARIEDADE
Douradense busca ajuda para conseguir manter a família