Menu
Busca Domingo, 17 de Dezembro de 2017
(67) 9860-3221
Reveillon - Clube Indaiá
CRIME AMBIENTAL

Dono de rancho de pesca é multado em R$ 5 mil por obra irregular

08 Outubro 2017 - 07h30Por Da Redação

Uma equipe de Policiais Militares Ambientais de Cassilândia, que trabalha na operação pré-piracema, realizava fiscalização no município, nas imediações do rio Aporé e localizou no início da noite de sexta (6), a construção em alvenaria de uma residência para servir como um rancho pesqueiro, à margem do rio, dentro da área de preservação permanente (APP) de matas ciliares, que é protegida por lei.

Além da construção ilegal, o proprietário cortou vegetação na área protegida sem autorização ambiental.

A PMA interditou as atividades. O infrator (61), residente em Cassilândia, foi autuado administrativamente e multado em R$ 5.000,00 pela construção ilegal.

Ele também responderá por crime ambiental de degradar área de preservação permanente (APP) e, se condenado, poderá pegar pena de detenção, de um a três anos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UFGD oferece 36 cursos de graduação pelo sistema do SISU
MESMO CRIME
Dois são condenados em processo envolvendo filho de desembargadora
PARCERIA
Investimentos do Governo do Estado em Caracol chegam a R$ 9,2 milhões
EDUCAÇÃO
Grupo da UEMS promove encontro brincante de férias em janeiro
LOTERIA
Mega-Sena acumula mais uma vez e pode pagar prêmio de R$ 43,5 milhões
FRONTEIRA
Dois jovens morrem em colisão envolvendo moto e caminhonete
FUTEBOL
Real Madrid bate o Grêmio é campeão do Mundial de Clubes da Fifa
MELHORIAS
Sicredi entrega doação para reforma do Lar do Idoso de Dourados
PEDRO JUAN
Dois homens são executados em ataque de pistoleiros na fronteira
TEMPO
Domingo de sol com aumento de nebulosidade em Dourados

Mais Lidas

2016
Polícia investiga possível homicídio em queda de avião no MS
HAYEL BON FAKER
Bilhete de pedágio “denuncia” e dupla é presa em Dourados após furto em Rio Brilhante
DOURADOS
Homem é preso após ser flagrado empurrando moto furtada
MANTIDO EM MS TAMBÉM
Governo mantém horário de verão para 2018, mas reduz tempo de duração