Menu
Busca quarta, 26 de setembro de 2018
(67) 9860-3221
SIMULAÇÃO

DOF prende ex-policial de Minas Gerais em Amambai

25 junho 2015 - 11h13

Policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), prenderam na manhã de quarta-feira (24) um ex-policial militar de Minas Gerais, por apresentar-se como o mesmo. A apreensão ocorreu por volta das 12h, durante bloqueio policial na MS-386, próximo a cidade de Amambai.

Na ação, foi abordado o ônibus que fazia o itinerário entre Ponta Porã e Cascavel/PR, quando Josué Maio Veloso, 31 anos, morador em Montes Claros apresentou-se como 3º Sargento da Policia Militar de Minas Gerais, lotado no 50º BPM.

Em ato continuo foi checado e constatado que o mesmo não pertencia mais as fileiras da PMMG, sendo detido por simulação da qualidade profissional e exercício irregular da profissão. Diante dos fatos, foi dada a voz de prisão ao passageiro e encaminhado até à delegacia de Polícia Civil de Amambai para as devidas providencias.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Aline Riscado curte praia com amigas e impressiona com corpão sarado
UFMS
PF investiga denúncia de acadêmico que ameaçou professores e alunos
OPORTUNIDADE
CIN abre vagas a curso de comércio exterior em Dourados
CAMPO GRANDE
Prefeitura abre inscrição para contratar médicos com salário de R$ 12 mil
UEMS
De Pais para Filhos chega em Dourados no próximo fim de semana
CAPITAL
Com suspeita de tuberculose, idosa espera vaga em hospital há 5 dias
PROGRAMA
Governo lança plano para reduzir à metade nº de mortos no trânsito
ANASTÁCIO
Após engravidar do pai, adolescente dá à luz e decide criar bebê
ELEIÇÕES 2018
TSE aceita registro de candidatura de Haddad à Presidência
EDUCAÇÃO
ProfLetras de Dourados abre processo seletivo para alunos regulares

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia encontra bilhete com “mula” e fecha entreposto de drogas no Estrela Porã
OPERAÇÃO REMAKE
Gaeco cumpre mandados e apura desvio de R$ 670 mil em sindicato
BR-163
Gol carregado com maconha é apreendido em Dourados
ÁGUA BOA
Homem armado invade casa e leva dinheiro da vítima