Menu
Busca domingo, 16 de junho de 2019
(67) 9860-3221
LUTO

Diretor do Sindicato dos Comerciários da Capital morre aos 59 anos

06 outubro 2017 - 16h20Por Da Redação

Morreu na manhã desta sexta-feira (6) o diretor do Sindicato dos Empregados no Comércio de Campo Grande –SECCG, Apolônio Aires de Souza, 59.


O velório, no Memorial Park, em Campo Grande começa nesta tarde e o enterro será amanhã (7) às 10h30, no mesmo local.

Apolônio estava internado em consequência de uma bactéria que afetou, primeiramente seu pé.

As diretorias da Fetracom-MS e do  SECCG lamentam o falecimento do amigo e companheiro de luta em defesa dos direitos dos comerciários de Campo Grande. Ele foi funcionário das Casas Pernambucanas por quase duas décadas e estava licenciado para exercer o cargo de diretor sindical. Recentemente recebeu uma homenagem especial  das Pernambucanas pelos seus relevantes serviços prestados à empresa. Apolônio deixa a esposa Sônia  e os filhos, Kelly e Sandro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Munik Nunes posa de body de renda e fãs falam de abuso de photoshop
ECOLOGIA
Número de turistas internacionais em Mato Grosso do Sul cresce 14% em 2018
FUTEBOL
Com triunfo sobre a Bolívia, Brasil chega à 100ª vitória na Copa América
ANASTÁCIO
Policial desconfia de negociação de jet ski e dupa é presa com arma e mais de R$ 13 mil
MUNDO
Hong Kong recua sobre lei que permite extradições para China
CAMPO GRANDE
Homem é assassinado por ex-marido da mulher durante encontro
MALHAÇÃO
Cleber e Anjinha se estranham e namoro fica ameaçado: 'Eu vou desistir'
ASSEMBLEIA
Escola Bilíngue para Surdos passa pela CCJR e segue a plenário
IMUNIZAÇÃO
Campanha de vacinação contra aftosa encerra neste sábado em MS
CAMPO GRANDE
Internado com suspeita de H1N1, homem morre em hospital e pode ser 15ª vítima em MS

Mais Lidas

POLÊMICA
Dono da Havan manda “recado” a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
DOURADOS
Jovem é preso com arma de fogo após disparar e errar tiros contra desafeto da mãe
CARUMBÉ
Morto em colisão frontal contra caminhão tinha 58 anos
DOURADOS
Polícia suspeita que grupo tenha assassinado tio e sobrinho na aldeia