Menu
Busca quinta, 24 de maio de 2018
(67) 9860-3221
IMOBILIÁRIA CONTINENTAL (BANNER 1 TOPO)
CAMPO GRANDE

Desmonte do poder judiciário federal entra em debate até domingo

09 novembro 2017 - 17h50

O desmonte do Poder Judiciário federal e Ministério Público da União; Os ataques  aos direitos dos trabalhadores com as reformas e outras medidas e o assédio moral no ambiente de trabalho são alguns dos assuntos que serão tratados a partir da noite desta quinta-feira (9) até domingo (12), em Campo Grande, na XXI Plenária Nacional da Fenajufe (Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e Ministério Público da União).
 
Trabalhadores do judiciário federal e Ministério Público da União de todo o país já estão em Mato Grosso do Sul para participar desse evento, que será realizado no auditório e salões do Hotel Deville Prime, em Campo Grande.

AGENDA 

O credenciamento dos participantes de todo o Brasil será feito na quinta-feira(9) a partir das 17 horas. Em seguida, depois de um jantar com todos, será formada a mesa de abertura dos trabalhos, às 20h, com a presença de coordenadores representantes das 6 forças da Fenajufe; Sindjufe/MS; representantes da Fonasefe, Fenajud e da coordenadora Cone Sul (FJA e AFJU). Lideranças  de todas as centrais também são convidadas para participar da mesa e dos trabalhos.

Na sexta-feira(10) os trabalhos começam cedo, às 8h30 com a reabertura do credenciamento e logo em seguida, às 9h, discussão sobre o regimento interno e prestação de contas. Depois do almoço, que será servido às 12h, os participantes discutem, às 13h30 a conjuntura (nacional e internacional) do Brasil. Nildo Ouriques e Fagnani estão confirmados para a análise desse período crítico em que atravessamos. Os debates e considerações finais sobre esse tema ocorrerão a partir das 14h20.

As reformas e os ataques a direitos dos trabalhadores entram em debate a partir das 16h30, com os seguintes apresentadores e debatedores: Anfip (reforma da Previdência); Marialane (Reforma Trabalhista e Terceirização); Paulo Douglas vai abordar as consequências das reformas  da Previdência e Trabalhista, com ênfase no PJU e MPU.

No sábado (11) a polêmica questão do “Desmonte do PJU e MPU” entra em debate a partir das 8h30, com as presenças especiais de César Britto, Plínio de Arruda Sampaio Filho, Daniel Romero, Maria Lúcia Fatorelli e Vera Miranda, que vai abordar o desmonte no PJU e MPU por meio das resoluções dos tribunais, fazendo um link com a destruição da carreira e desfragmentação.

Às 11h desse mesmo dia (11) entra em debate o tema: “Saúde do Trabalhador – assédio moral”, que será abordado por Fernando Feijó e Heloani.

No período da tarde os participantes discutem e elaboram um plano de ações e lutas contra as ameaças que pairam principalmente no Congresso Nacional e nos tribunais, contra os trabalhadores do poder judiciário federal e MPU.

No final da tarde de sábado (11) e na manhã e tarde de domingo (12) serão realizadas plenárias para votação das propostas de resolução.

Do Sindjufe/MS, participarão da XXI Plenária da Fenajufe toda coordenação colegiada, formada por Maria Terezinha Triandópolis, coordenadora executiva; Gabriel Angeramis Vargas Goulart, coordenador financeiro; Eliezer Inácio de Oliveira, coordenador de relações sociais; Jorge Marques Batista, presidente do Conselho Fiscal; Alcilene Cristino Brenn, primeira conselheira fiscal e Sueli Cristina dos Santos Oliveira, segunda conselheira fiscal, além dos coordenadores já mencionados acima, Antônio Medina e José Ailton Pinto de Mesquita e servidores associados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
PM de Dourados recebe homenagem da OAB durante 1ª Conferencia da Mulher Advogada
Evento aconteceu em Campo Grande
LIBERTADORES
Com novo técnico, Corinthians busca liderança contra Millonarios
CIDADES
Corumbá e Coxim recebem atendimento com o ‘Cassems Itinerante’ no fim de semana
EDUCAÇÃO
IFMS abre 195 vagas em cursos técnicos de nível médio
Vagas são para Aquidauana, Coxim, Dourados, Jardim e Três Lagoas. Inscrições são gratuitas e começam no próximo dia 30
ARTIGO
A greve dos caminhoneiros e a prática abusiva por parte dos empresários do ramos de combustível
DOURADOS
MP quer Agepen adotando medidas para garantir monitoramento na PED
ELEIÇÕES 2018
TSE define quanto cada partido receberá de fundo eleitoral
GASOLINA A R$ 5
Contra abuso nos preços, força-tarefa autua postos em Dourados
DOURADOS
Pedro Pepa pede apoio a deputado estadual para pavimentação de via
ESTOQUE BAIXO
Com estoques zerados, Hemosul convoca para doações de sangue

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Douradense morre em acidente na MS-270
RODOVIAS BLOQUEADAS
Greve dos caminhoneiros pode paralisar indústria em Dourados
MANIFESTAÇÃO
Caminhoneiros bloqueiam três trechos da BR-163 em Dourados
OPERAÇÃO OIKETIKUS
Gaeco volta às ruas contra "máfia do cigarro"