Menu
Busca terça, 25 de setembro de 2018
(67) 9860-3221
MATO GROSSO DO SUL

Desafio Senai vai atrás de resolver problemas na indústria de MS

12 março 2018 - 14h50

Já imaginou vários alunos do Senai pensando, ao mesmo tempo, na solução de um problema que a sua indústria vem enfrentando? Pois então já pode parar de imaginar e se inscrever no Desafio Senai de Projetos Integradores (DSPI), uma iniciativa cujo objetivo é levar para as salas de aula os desafios que fazem parte do dia a dia das empresas e propor uma solução, por meio da elaboração de projeto, para problemas reais da indústria brasileira.

Segundo o interlocutor do projeto em Mato Grosso do Sul,

Kelson Ferreira de Andrade, essa é uma forma dos alunos testarem conhecimentos, entrarem em contato com a realidade da indústria e se prepararem ainda mais para o mercado de trabalho. “As empresas do Mato Grosso do Sul que desejarem participar do Desafio Senai de Projetos Integradores têm até o dia 31 de julho para cadastrar, de forma gratuita, os problemas que estão impactando o dia a dia do seu negócio pelo link http://plataforma.gpinovacao.senai.br/”, informou.

Lançado em 2015, o Desafio Senai de Projetos Integradores é uma iniciativa do Departamento Nacional para desenvolver em seus alunos de cursos técnicos de nível médio e aprendizagem básica a capacidade de trabalhar em grupo, propor ações inovadores e pensar de forma empreendedora. “Essas competências são cada dia mais requeridas nas organizações em que o trabalho em equipe com profissionais de diversas áreas tem se mostrado fundamental para o sucesso de uma ação”, afirmou Kelson Andrade.

Ele explica que para atender as demandas das empresas os alunos de cada unidade do Senai formam equipes de dois a quatro integrantes, envolvendo no mínimo dois cursos, para a apresentação de soluções inovadoras de problemas reais da indústria brasileira. “Depois de selecionadas as demandas, alunos do Senai de todo o país podem buscar soluções para essas empresas”, destacou.

O interlocutor em Mato Grosso do Sul também ressalta que o programa prepara os alunos para o mercado de trabalho e, ao mesmo tempo, têm a chance de mostrar suas habilidades para os empresários envolvidos. “Depois dessa fase criativa, os projetos apresentados são avaliados e selecionados para a exposição. Eles então são expostos nas unidades Senai espalhadas pelo Estado do Mato Grosso do Sul e, melhor ainda, os projetos com potencial de inovação podem ser selecionados para a realização de prototipagem, aperfeiçoamento e comercialização”, acrescentou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZ
Paola Antonini: "minha autoestima melhorou depois que perdi a perna"
PESQUISA
Ibope: governo Azambuja é aprovado por 46% e reprovado por 17%
CAPITAL
Homem é preso após invadir residência com carro de luxo furtado
EM ALTA
Barril do petróleo passa de US$ 81 e fecha no maior valor em 4 anos
TRÊS LAGOAS
Homem foge após lançar droga e 14 celulares para dentro de presídio
UEMS
EscolaGov promove curso de Licitação e Contratos em Dourados
EDUCAÇÃO
‘Infâncias, Docência e Educação Infantil’ é tema de Seminário na UFGD
AQUIDAUANA
Homem é preso após invadir casa e abusar de menina de 12 anos
BOATOS
Manuela d'Ávila é ameaçada nas redes sociais após fake news
IMPROBIDADE
Ex-servidor do TJMS é acusado de receber dinheiro para intervir em ação

Mais Lidas

DOURADOS
Adolescente é encontrado baleado na rua e morre no HV
DOURADOS
Justiça mantém flagrante, mas concede liberdade a suspeita de alterar cena do crime
FÁTIMA DO SUL
Acidente envolvendo três veículos mata motociclista na MS-376
VIOLÊNCIA URBANA
Motorista de Uber é assaltada durante corrida em Dourados