Menu
Busca terça, 16 de julho de 2019
(67) 9860-3221
POLÊMICA

Deputados repudiam imagens de exposição no Marco em Campo Grande

14 setembro 2017 - 15h20

Deputados estaduais repudiaram, durante a sessão plenária desta quinta-feira (14), imagens da exposição Cadafalso, que apresenta telas produzidas por Alessandra Cunha (Uberlândia- MG) e está aberta à visitação até dia 17 de setembro no Museu de Arte Contemporânea (Marco) – unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande.

Paulo Siufi (PMDB) disse que as imagens estimulam a pornografia. "Justamente em um momento tão conturbado, em que vemos tantas crianças com 11 anos sendo mães, temos essas imagens, de mentes poluídas. Uma verdadeira 'porcariada'", disparou o parlamentar. Ele foi à tribuna da Casa de Leis e criticou a utilização de recursos públicos para viabilizar as exposições.

"Irei ao Ministério Público Estadual e também quero saber quem colocou aquelas obras lá", reiterou.

Lídio Lopes (PEN) afirmou que as imagens constrangem crianças, mesmo com o aviso de que são recomendadas aos maiores de 12 anos. "Tem que mandar arrancar aquilo de lá. Prezamos a defesa dos bons costumes", disse. Mara Caseiro (PSDB) ponderou que as mostras deveriam estar em outros locais. "Cada um tem suas opções e estamos em um país democrático, mas é estarrecedor que imagens como essas estejam no Marco, um espaço público visitado pelos estudantes", analisou.

Maurício Picarelli (PSDB) cobrou informações da Fundação de Cultura. "Para aquilo estar lá é porque alguém viu e gostou. É um absurdo apenas normal em mentes pornográficas e nos surpreende que ninguém tenha visto isso antes", disse. "Lamento profundamente que tenha sido autorizada essa exposição que ofende a família brasileira e agride as nossas crianças", afirmou Coronel David (PSC), autor da Lei 5.038/2017, que dispõe sobre o Cadastro Estadual de Pedófilos em Mato Grosso do Sul. "Entendo que há certos tipos de manifestações artísticas, mas temos nas imagens cenas explícitas sexuais e não podemos admitir isso em um ambiente onde vão nossas crianças", enfatizou Antonieta Amorim (PMDB).

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Toffoli suspende processos que contêm dados sem autorização judicial
DOURADOS
Upiran entrega carta de demissão a Délia e aguarda substituto para deixar Educação
DOURADOS
Prestes a renovar concessão, prefeitura cria Conselho de Saneamento Básico
VIOLÊNCIA
Dourados já registrou 13 casos de maus-tratos a crianças em 2019
AQUIDAUANA
Delegado preso após sumiço de cocaína é suspeito de fazer "ponte" entre facções
MUZEMA
Operação prende 11 acusados de construir imóveis que desabaram no RJ
ESTADO
Policiais civis têm até 2 de agosto para retirar carteiras funcionais
ECONOMIA
Consulta Pública sobre tarifa do gás natural segue até 23 de julho
MARACAJU
Carga de maconha que seria levada à Capital é apreendida com tio e sobrinha
SEGURANÇA PÚBLICA
Frentes de combate à violência contra a mulher são ampliadas em MS

Mais Lidas

DOURADOS
Homem é assassinado a tiros em conveniência
DOURADOS
Homem é morto no Jardim Pantanal; segundo homicídio da noite
DOURADOS
Homem assassinado no Jardim Pantanal tinha 23 anos
DOURADOS
Homem é baleado no Jardim Pelicano