Menu
Busca quinta, 17 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221
ASSEMBLEIA

Deputados aprovam tombamento de monumento Cavaleiro Guaicuru

06 setembro 2017 - 18h20

Cinco proposições foram analisadas e aprovadas por unanimidade durante a Ordem do Dia desta quarta-feira (6), na Assembleia Legislativa. Dois em discussão única com pareceres favoráveis da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) e outros três em primeira discussão, que agora seguem para análise das comissões de mérito.

Em discussão única aprovou-se o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 07/2017, de Antonieta Amorim (PMDB), que dispõe sobre o tombamento do monumento Cavaleiro Guaicuru, instalado no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande. A estátua é obra de ferro, resina e pó de mármore, de quatro metros de altura, esculpida pelo artista Anor Mendes, em homenagem aos índios guerreiros da etnia Guaicurus.

Com a aprovação, se promulgado pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Junior Mochi (PMDB), a instrução processual e a montagem do processo de tombamento ou de registro ficará a cargo da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul e ficará proibido, sob pena de multa, causar danos, demolição, destruição ou mutilação, pintura, reparação, reforma, ampliação, modificação e qualquer obra necessária à conservação do monumento, sem prévia autorização do órgão estadual responsável pela guarda do patrimônio histórico do Estado.

Outro Projeto de Decreto Legislativo aprovado e que seguirá para promulgação é o PDL 08/2017, do Poder Executivo, que indica o nome de Clistiano Fernandes Alves para exercer a função de membro efetivo do Fórum Deliberativo do MS-Indústria, de 2017-2018, em substituição a Paulo César Vilela Gaudioso.

Primeira votação

Em primeira discussão, com pareceres favoráveis da CCJR, aprovou-se: o Projeto de Lei (PL) 139/2017, de Renato Câmara (PMDB), que inclui no Calendário Oficial de Eventos a Feira de Sementes Nativas e Crioulas realizada em Juti; PL 169/2017, do Professor Rinaldo (PSDB), que também inclui no Calendário, o Dia do Voluntário no Corpo de Bombeiros Militar; e o PL 43/2017, do Dr. Paulo Siufi (PMDB), que proíbe a utilização de cerol, da linha chilena (linha com mistura de vidro moído e pó de quartzo) ou outro material cortante nas linhas de pipas em Mato Grosso do Sul.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Mariana Rios posa sensual e surpreende com biquíni ousado: "que susto"
POLÍTICA
Moka confirma aposentadoria, mas diz que benefício será de R$ 8 mil
RIO BRILHANTE
Motorista fica ferido ao perder controle de veículo e parar em valeta
CALOR
Demanda por energia elétrica atingiu novo recorde nesta quarta-feira
CAARAPÓ
Homem simula sequestro para enganar mãe e acaba preso
JUSTIÇA
TJ/MS extingue Câmara e institui juiz substituto em 2º Grau
ATAQUES
Policiais encontram 700 kg de explosivos em apartamento de Fortaleza
NOVA ANDRADINA
Polícia apreende dois veículos com produtos eletrônicos na MS-141
STJ
Ex-presidente do Naviraiense é condenado por desviar R$ 247 mil
CRIME BÁRBARO
Mãe de santo acusada de homicídio em MS será julgada nesta quinta-feira

Mais Lidas

DOURADOS
Rapaz assassinado em emboscada foi preso por tentativa de furto a caixa eletrônico
NOVA LEI
Multa mínima para quem capturar Dourado na próxima temporada de pesca será de R$ 2,7 mil
INQUÉRITO CIVIL
Denúncia leva MP investigar recursos destinados à Saúde de Dourados
DOURADOS
Seis são apontados por participação em emboscada que matou interno do Semiaberto