Menu
Busca sexta, 22 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
MS

Debate em Fórum define prioridades nas políticas públicas para população indígena

18 junho 2015 - 15h00

Assessoria

A busca pelo diálogo constante e a necessidade do governo e lideranças indígenas construírem juntos as políticas públicas de esporte e lazer para os índios do Estado, foi tema de debate nesta quinta-feira (18) durante o Fórum promovido pela Fundesporte com apoio da Secretaria de Estado de Direitos Humanos Assistência Social e Trabalho (Sedhast).

A subsecretária de Políticas Indígenas, Silvana Terena, reforçou o compromisso do Governo do Estado de construir as políticas respeitando cada etnia, “vamos juntos debater e construir as ações que beneficiem nosso povo e que respeite a cultura indígena de cada etnia”.

Silvana citou ainda a elaboração do Plano Estadual de Políticas Públicas Indígenas, que está sendo estudado para contemplar todas as tribos. “A Subsecretaria quer ouvir os indígenas e não intercessores, intermediadores como sempre foi feito nos governos anteriores. As demandas sairão realmente de dentro das comunidades”, reforçou.

Durante o evento foi feito o lançamento oficial do 10º Jogos Indígenas de Mato Grosso do Sul (JIMS) que tem como proposta fortalecer a cultura indígena e fazer a integração das diferentes tribos. O Estado é forte candidato para ser sede no ano que vem da etapa nacional.

O “Fórum de Políticas Públicas de Esporte e Lazer para os Povos Indígenas de MS” reuniu as oito etnias do Estado para colher subsídios para elaboração e implementação da Política Estadual. Estiveram presentes lideranças indígenas e pessoas ligadas ao esporte dentro das etnias.

A diretora de programas intersetoriais da Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis), Andrea Nascimento Ewerton, disse que para qualquer política ter sucesso é necessário ouvir as demandas de todas as partes envolvidas. “Para diagnosticar as demandas e organizar os projetos e ações para cada região é preciso saber as necessidades. Por isso, vamos ouvir e construir coletivamente uma política de inclusão e participação autônoma das comunidades indígenas ao esporte e ao lazer”, afirmou Andrea.

O encontro, que acontece às 17 horas no auditório Professor Dercir de Oliveira na UFMS, está trabalhando com três eixos temáticos: esporte de participação e lazer; esporte educacional; e esporte de rendimento e Esporte de Tradições Nativas/Indígenas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Bruna Griphao deixa tanquinho à mostra durante passeio na cachoeira
RORAIMA
Venezuela fecha fronteira com o Brasil no horário determinado por Maduro
BR-060
Perseguição acaba com 3 presos e caminhonete com maconha apreendida
REPASSES
Ministro do STF dá mais um ano para Congresso regulamentar a Lei Kandir
CAPITAL
PM encontra saco com 78 quilos de maconha em terreno baldio
MEIO AMBIENTE
Duas jibóias e uma jararaca foram capturadas nesta quinta na Capital
UFGD
Trote do Bem aumenta o número de doadores de medula óssea
APOSENTADO
Sargento da PM pega 4 anos de prisão por matar mulher a tiros
DOURADOS
Guarda Mirim abre turma e recebe título de Utilidade Pública Estadual
MEC
Instituições federais de ensino de MS recebem R$ 2,61 milhões

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher que encomendou morte de marido é transferida para presídio
OPORTUNIDADE
Prorrogadas inscrições em processo seletivo para contratação de Assistentes de Atividades Educacionais
JARDIM PIRATININGA
Recém-nascida é encontrada sob tanque de lavar roupas em Dourados
DOURADOS
Investigado por estupro de enteadas, homem é preso com pornografia infantil no celular