Menu
Busca quarta, 16 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221
ECONOMIA

Contratos do FCO já somam R$ 1,899 bilhão em MS e demanda em espera chega a R$ 1 bi

09 novembro 2018 - 16h35Por Da Redação

Em Mato Grosso do Sul, R$ 1,899 bilhão do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) já foram efetivamente contratados junto ao Banco do Brasil até o mês de novembro deste ano. De acordo com relatório do banco, esse valor representa praticamente 78% dos R$ 2,443 bilhões do Fundo destinados ao Estado no ano de 2018. Os dados foram apresentados na nessa quinta-feira (8.11) na 11ª Reunião Extraordinária do CEIF (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis pelo FCO), presidido pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).

“Vamos utilizar 100% dos 2,4 bilhões que temos disponíveis para Mato Grosso do Sul. O nível de internalização de cartas-consulta no Banco do Brasil já chega a R$ 1 bilhão, bem acima do valor em ‘sobra’ atualmente, que é de R$ 544 milhões. O banco, neste momento, não está mais acolhendo propostas para os setores de Comércio e Serviços, pois o nível de internalização é muito alto. Em outras áreas, como turismo e indústria e no Rural ainda é possível tomar empréstimo”, comentou o titular da pasta, Jaime Verruck, que também preside o CEIF-FCO.

O secretário reforça que “o Banco do Brasil trabalha para contratar 100% do recurso destinado a Mato Grosso do Sul. A instituição tem, internalizados, R$ 304,95 milhões no Rural e R$ 699,74 milhões no Empresarial. Ainda é necessária a realização de ajustes na demanda represada, como o fato de contemplar 50% dos projetos do segmento Empresarial para financiamentos de micro e pequenas empresas”.

Na reunião do CEIF-FCO realizada foram analisadas e aprovadas cartas-consultas que somam R$ 30.324.699,03, sendo R$ 7.955.944,59 em investimentos do segmento Empresarial e outros R$ 22.368.754,44 no Rural, contemplando 13 municípios sul-mato-grossenses (Campo Grande, Paranaíba, Nova Andradina, Guia Lopes da Laguna, Sidrolândia, Rio Verde de MT, Juti, Caarapó, Coronel Sapucaia, Camapuã, Glória de Dourados, Ponta Porã, Novo Horizonte do Sul).

Diretrizes para 2019

No dia 22 de novembro, em Brasília, Jaime Verruck irá participar da reunião técnica do Conselho Deliberativo do FCO (Condel). “Vamos discutir as diretrizes do Fundo para o ano de 2019. Também temos de operacionalizar a alocação de recursos que devem ser operados pelas cooperativas. As atuais diretrizes já preveem que 10% de todo o volume de recursos do FCO seja alocado pelas cooperativas. Esperamos que até o fim do ano seja concluída a regulamentação dessa diretriz”. Em Mato Grosso do Sul, o Sicredi, Sicoob e Cresol já estariam credenciadas pelo Banco do Brasil para a realização de operações dessa natureza junto ao Fundo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AGENDA
Governador vai a Maracaju e entrega estação de tratamento de esgoto
LOTERIA
Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio vai a R$ 27 milhões
EDUCAÇÃO
Inep divulga notas do Enem na próxima sexta-feira
PIS/PASEP
pagamento de abono aos nascidos em janeiro e fevereiro começa amanhã
POLÍTICA
Bolsonaro recebe presidente argentino nesta quarta-feira em Brasília
PROCESSO SELETIVO
Sebrae encerra seleção para profissionais com salários de até R$ 7 mil
CAMPO GRANDE
Mulher é presa com 31 tabletes de maconha que levaria para Goiás
TEMPO
Quarta-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados
UAU
Paloma Bernardi faz passeio relaxante e impressiona com barriga negativa
SÃO GABRIEL
Trio que matou e deixou corpo de rival amarrado é condenado a 44 anos

Mais Lidas

GRUPOS RIVAIS
Interno do semiaberto de Dourados é morto em briga de facções
POLÍCIA
Motorista que morreu em acidente na BR-163 tinha 28 anos
BR-163
Acidente que matou motorista de ônibus deixou outros cinco feridos
DOURADOS
Délia exonera secretário e coloca interina na Agricultura Familiar