Menu
Busca quinta, 22 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
POLÍCIA CIVIL

Concurso registra 22% de abstenções para Investigador e 17% para a função de Escrivão

19 setembro 2017 - 18h35

Com média de abstenção superior ao concurso para o cargo de Delegado, o concurso da Polícia Civil para o cargo de Agente de Polícia Judiciária registrou abstenção de 22% dos candidatos para a função de Investigador e 17% de abstenções dos candidatos para Escrivão. No total, 5797 candidatos deixaram de realizar as provas nos três municípios: Campo Grande, Dourados e Paranaíba locais onde aconteceu o certame nos dois períodos. A maioria dos candidatos faltosos faz parte do grupo de isentos no pagamento da taxa de inscrição.

Em reunião na manhã desta terça-feira (19.9), com a comissão organizadora do concurso, o secretário de Estado de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis, parabenizou a equipe pela condução responsável e transparente do maior concurso da história dos 40 anos de criação de Mato Grosso do Sul classificando como positivo o balanço realizado nos dois dias de provas objetivas. "Encerramos a fase de provas objetivas sem grandes ocorrências. Nossa equipe foi extremamente responsável e eficiente na condução de todo processo", destacou o secretário acrescentando que apenas 22 candidatos nos três municípios foram desclassificados no domingo (17.9) por não atenderem ao pedido para desligar o celular ou equipamentos sonoros.

De acordo com Assis, nenhum problema de ordem estrutural foi registrado e 124 armas foram armazenadas pela equipe da Polícia Civil, durante os dois períodos de aplicação das provas nos três municípios.

A parceria com a empresa a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que disponibilizou aparelhos móveis durante todo período de aplicação das provas, analisando o fluxo de frequência de rádios, telefones celulares e pontos eletrônicos no entorno de 470 m² dos locais de aplicação, foi ampliada para os três municípios e nenhuma ocorrência foi registrada.

Cerca de 1586 profissionais entre fiscais de sala, fiscais de corredor, médicos, coordenadores, policiais, interprete de libras, fiscais transcritores, enfermeiros, advogados e técnicos administrativos trabalharam no processo de aplicação das provas distribuídos em sete locais nos três municípios. A organização do trânsito ficou por conta da Polícia de Trânsito e os segmentos da Polícia Civil trabalharam de forma integrada no policiamento ostensivo e repressivo de toda região.

Seguindo cronograma estabelecido em edital, o gabarito preliminar será divulgado nesta quarta-feira (20.9). O gabarito definitivo e o resultado da prova objetiva serão publicados em Diário Oficial do Estado de Mato Grosso do Sul em 9 de outubro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
IFMS abre 190 vagas para cursos técnicos de nível médio presenciais
DOURADOS
Homem incendeia própria casa após brigar com a mulher
TELEVISÃO
Grazi Massafera diz que fizeram macumba para ela na Globo
BRASIL
Operação contra a pedofilia cumpre mandados em MS e 17 Estados
LOTERIA
Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio vai a R$ 70 milhões
CAMPO GRANDE
Com 14 processos por estelionato, velho conhecido da polícia é preso
UFGD
Jornada Acadêmica de Medicina começa nesta 6ª-feira em Dourados
OPORTUNIDADE
PF realiza leilão de carros e bens oficiais com lances a partir de R$ 200
SAÚDE
Médicos cubanos começam a deixar Brasil nesta quinta-feira, diz Opas
DOIS IRMÃOS DO BURITI
Após assalto com reféns, quarteto é preso em "boca de fumo"

Mais Lidas

TERRA ROXA
Homem é encontrado morto com lesão na cabeça em Dourados
JARDIM SÃO PEDRO
Foragido da Justiça há oito meses é preso durante rondas da PM em Dourados
RIO BRILHANTE
Homem atropela mulher ao cobrar dívida
DOURADOS
Homem preso por energizar cerca e matar adolescente é solto após audiência de custódia