Menu
Busca domingo, 17 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
ATENDIMENTO NORMAL

Com sindicato em eleição, servidores do INSS ainda não aderiram à greve em MS

08 julho 2015 - 16h30

Os servidores do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social) em Mato Grosso do Sul ainda não aderiram à greve nacional da categoria que começou na terça-feira (7). De acordo com o Sintsprev/MS (Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Saúde, Trabalho e Previdência Social), será aguardado o processo eleitoral em andamento para escolha dos novos representantes da entidade sindical no Estado, para depois ser deliberada a adesão local ao movimento grevista.

Mas, o sindicato reconhece que pode haver adesões individuais de trabalhadores.

“Nós temos este encaminhamento em nível nacional, mas aqui no Estado estamos num período eleitoral no sindicato. Então decidimos que após este período eleitoral é que vamos entrar no debate sobre a greve. Mas, a categoria não está deixando de ser assistida, nós temos conversado sobre esse assunto”, explica Élio Araújo de Oliveira, diretor de Organização e Administração do Sintsprev/MS.

Segundo Élio, alguns trabalhadores têm falado em fazer a adesão de forma individual a partir desta quinta-feira (9). “Alguns colegas do INSS estão dizendo que vão parar a partir de amanhã [quinta] individualmente, porque já há um encaminhamento em nível nacional para isso. Mas, nós enquanto sindicato vamos discutir isso apenas depois do processo eleitoral”, reforça. Até esta quarta-feira (8), as agências do INSS funcionaram normalmente em MS.

ELEIÇÕES

As eleições no sindicato acontecem nesta quinta (9) e sexta-feira (10). Em Dourados, uma equipe que faz a coleta de votos passará pelos órgãos federais em que estão lotados os filiados. O Sintsprev/MS representa trabalhadores do INSS, Ministério do Trabalho, Ministério da Saúde, Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e Sesai (Secretaria Especial de Assuntos Indígenas).

Duas chapas concorrem à eleição do sindicato e a previsão é de que a vencedora do pleito seja conhecida logo na noite de sexta-feira (10). A publicação do resultado deve acontecer a partir de segunda-feira (13), quando os eleitos assumem a direção da entidade e também a responsabilidade de discutir a greve.

“Quem assumir o sindicato vai definir os procedimentos. Mas, devem ser feitos os trâmites normais, com assembleias municipais e em nível de Estado para decidir se em Mato Grosso do Sul vamos ou não aderir à greve”, esclarece.

NACIONAL

Segundo comunicado do Comando Nacional de Greve publicado pela Fenasps (Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social) nesta quarta-feira (8), a greve começou no dia 7 com adesão de 80% da categoria em todo o país.

A nota chegou a mencionar adesão em 21 unidades federativas, contendo Mato Grosso do Sul, mas o sindicato no Estado não confirma. A paralisação em Agências da Previdência Social ocorre em AP, BA, CE, DF, GO, MA, MG, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RS, SE, SC, SP e TO. Em alguns destes Estados, também houve adesão dos servidores do Ministério da Saúde, do Trabalho e da Anvisa.

“O comando avalia ser fundamental consolidar a greve em todos os Estados realizando atividades de rua nas capitais e cidades e mobilizar o máximo de trabalhadores para virem a Brasília na Marcha Nacional entre os dias 21 a 23 de Julho. Vamos responder na luta a indiferença do governo com as reivindicações dos trabalhadores”, diz a nota.

REIVINDICAÇÃO

Conforme a Federação, as reivindicações da categoria são: reajuste da remuneração de acordo com a inflação, incorporação das gratificações, plano de cargos e carreiras, 30 horas de trabalho para todos os servidores, concurso público para repor quadro funcional, fim do assédio moral, contra as terceirizações, isonomia salarial e paridade entre ativos e aposentados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Ao menos 14 órgãos abrem inscrições para preencher quase mil vagas
EMPRÉSTIMO
Sem regra rígida para consignado, bancos mantêm assédio a idosos
CAMPO GRANDE
Advogado é preso por intimidar policiais durante fiscalização
POLÍCIA
Para defender a mãe de agressão, adolescente mata padrasto a tiros
CONCURSO
IFMS encerra inscrições para seleção de professores substitutos
TRÊS LAGOAS
Mulher morre ao dar entrada em hospital com dengue dos tipos B e C
BRASIL
MEC quer saber quantas adolescentes em idade escolar engravidaram
CAMPO GRANDE
Policial municipal embriagado é preso após atirar em frente conveniência
SHOWBIZZ
Debora Nascimento e José Loreto se separam após 6 anos
PROBLEMAS FINANCEIRO
Endividado, Emerson Fittipaldi tem contas bloqueadas por Justiça

Mais Lidas

TRÂNSITO
Vídeo mostra acidente que matou duas pessoas em Dourados
TRÂNSITO QUE MATA
Dois morrem em colisão frontal em Dourados
DOURADOS
Jovem morre após troca de tiros com a polícia no Água Boa
JARDIM COLIBRI
Homem é executado na frente da mulher em Dourados