Menu
Busca quinta, 27 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221
CONDENADO A PRISÃO PERPÉTUA

Cesare Battisti é preso em Corumbá quando tentava entrar na Bolívia

04 outubro 2017 - 14h11Por Da Redação

O italiano Cesare Battisti, condenado a prisão perpétua em seu país, foi detido nesta quarta-feira na cidade de Corumbá, tentando atravessar a fronteira com a Bolívia. Ele vive como refugiado no Brasil. Segundo o jornal O Globo, ele teria sido preso pela PRF (Polícia Rodoviária Federal).

A prisão dele ocorreu numa blitz sob uma suposta tentativa de evasão de divisas e as autoridades locais  acreditam que ele iria tentar se refugiar na Bolívia após o pedido formal dos italianos para que o Brasil o devolva para cumprir a pena em seu país de origem.

Ainda segundo o portal do jornal, defesa de Battisti disse que ainda não tem informação sobre sua detenção. 

A defesa do italiano entrou com um pedido de habeas corpus na última quinta-feira (28), no Supremo Tribunal Federal (STF), para impedir uma possível extradição. Ele recebeu asilo no Brasil após decisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2010. Foi o último ato do petista na Presidência.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Procon fiscaliza venda irregular de azeite e milho em conserva em supermercados
ECONOMIA
Contas públicas têm superávit recorde de R$ 44,12 bi em janeiro
MATO GROSSO DO SUL
Traficantes tinham modalidade de "disque-drogas" em cidade do interior
ESTADO
Ciclista que perdeu perna ao ser atropelado será indenizado em R$ 41 mil
BENEFÍCIOS
Carteira Estudantil de Mato Grosso do Sul pode ser criada
CLIMA
Inmet alerta para possibilidade de chuva intensa em 15 municípios de MS
ATENTADO
Marido tem 90% do corpo queimado após esposa atear fogo nele
DOURADOS
Sete caminhões de entulho são retirados de distrito em mutirão contra o Aedes
ASSEMBLEIA
Proposta permite incluir nome de cônjuge nas faturas de água, luz, gás e telefone
EX-PREFEITO
Assembleia declara luto oficial de três dias em razão da morte de Dirceu Lanzarini

Mais Lidas

MULTIDÃO
Carnaval na praça central de Dourados termina em ‘confusão e sujeira’
DOURADOS
Mulher tenta sair de mercado com quase R$ 700 em compras sem pagar
INVESTIGAÇÃO
Ex-prefeito de Amambai foi morto após discussão por desacordo trabalhista
PONTA PORÃ
Estado monitora caso suspeito de Coronavírus na fronteira