Menu
Busca quarta, 11 de dezembro de 2019
(67) 9860-3221
PAPO RETO

Cassems realiza roda de conversa com jovens sobre os desafios da adolescência

19 novembro 2019 - 12h35Por Da Redação

Com o objetivo de conversar com o público jovem de beneficiários sobre autocuidado, crescimento e sexualidade, a Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul (Cassems) promove uma roda de conversa no Parque das Nações, entrada Guató, com o tema: “Papo Reto”, na próxima quarta-feira (20), às 16h. Em parceria com a Associação Brasileira de Obstetrícia e Ginecologia da Infância e Adolescência (Sogia BR), o plano de saúde realiza a segunda edição da atividade, para fazer com que os adolescentes se interessem mais pela própria saúde.

Para a diretora de Assistência à Saúde da Cassems, Maria Auxiliadora Budib, o cuidado com os beneficiários durante a adolescência contribui para um futuro mais consciente em relação aos cuidados com a saúde.

“Os jovens representam, para nós, o patrimônio do futuro. Quando temos jovens informados, que protagonizam as mudanças na sua vida, com responsabilidade, teremos ótimos indicadores de saúde. Se a prevenção começa cedo, é mais fácil lá na frente. Como um plano de saúde, cremos na prevenção, e o jovem traz essa vulnerabilidade, por passar um período de questionamentos. Acolher essas dúvidas é algo muito positivo”.

O médico generalista Odilon Coral salienta que, cada vez mais, a Cassems pretende conscientizar os jovens beneficiários. “A adolescência é um período importante, carregamos muitas coisas para a vida adulta. Então, conversando e tentando entender o jovem, conseguimos fazer com que ele se desenvolva e tenha melhores hábitos de vida”.

De acordo com Anny Gabriele Cardoso, de 18 anos, eventos como esses oferecem informações seguras sobre saúde, por meio da intervenção de profissionais. “Com o auxílio de médicos especialistas, conseguimos ter contato com outros jovens e compartilhar os nossos medos, sabendo que não estamos sozinhos”.

A beneficiária Natali Santos afirma que essas experiências são positivas durante a adolescência, período de muitas dúvidas. “Tive acesso à vários conhecimentos, perdemos a vergonha de conversar sobre assuntos relacionados à saúde. A maioria dos adolescentes não tem abertura para conversar com os pais e, com essas iniciativas, trabalhamos isso”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CINEMA GRATUITO
Filme “Ensaio sobre a Cegueira” será debatido no Cineclube de sábado
ECONOMIA
Para Petrobras, controle de preços de combustíveis não se justifica
DOURADOS
Renato Câmara reforça pedido para que Escola Nelson de Araújo continue sob a gestão do Estado
CAMPO GRANDE
Menor estava bêbada quando atropelou e matou mulher
BONITO
Homem é preso após agressões a esposa e filha
BRASIL
INSS cria programa para identificar benefícios irregulares
FRONTEIRA
Apreensões sobem e mais de 114t de drogas são incineradas em Dourados em 2019
DOURADOS
Mais de 70 educadores recebem homenagem na Câmara Municipal
LEGISLATIVO DE MS
Ordem do Dia: PPA e LOA seguem para a Redação Final
BRASIL
Seis em cada dez industriais consideram governo Bolsonaro ótimo ou bom

Mais Lidas

CAARAPÓ
Homem é assassinado a golpes de faca após discussão em bar
DOURADOS
Inteligência da PM prende dois por tráfico no bairro Estrela Tovi
GRANDE DOURADOS
Quadrilha especializada em roubo de caminhonetes é desarticulada e seis são presos
FURTO
Polícia recupera objetos e fecha ponto de receptação em Dourados