Menu
Busca domingo, 18 de agosto de 2019
(67) 9860-3221
SAÚDE

‘Cassems Itinerante’ leva atendimento especializado à quatro municípios nessa semana

12 fevereiro 2019 - 12h20Por Da Redação

O programa de assistência à saúde “Cassems Itinerante” completa seis anos de atendimento com médicos especialistas no interior do estado, neste ano. Desde a sua criação, em 2013, o programa já atendeu cerca de 33 mil pessoas, sendo que só em 2018 foram realizados mais de 8 mil atendimentos. A implementação desse atendimento especializado aconteceu após a Caixa dos Servidores perceber a carência de médicos especialistas no interior do estado. Dessa forma, o principal objetivo do programa é amenizar as dificuldades encontradas pela população do interior do Estado no acesso à medicina especializada, nos locais onde não há disponibilidade desses serviços na Rede Própria ou na Credenciada.

Na quarta-feira (13), a cardiologista Rita Pinheiro atende em Coxim. O psiquiatra Leonardo Gomes atende em Coxim na sexta-feira (15) e no sábado (16). Ainda na sexta-feira, Nova Andradina recebe atendimento com a endocrinologista Samira Maria. No sábado (16), Corumbá recebe atendimento com a geriatra Aline Eloisa, o psiquiatra Antônio Carvalho e a neurologista Tatiane Novais atendem em Dourados. Também no sábado, o ginecologista Bruno Veit, a pediatra Suely Cristina e a geriatra Natalia Dela atendem em Jardim.

A diretora de Assistência à Saúde da Cassems, Maria Auxiliadora Budib, explica que o sucesso das ações dependem da parceria dos profissionais de saúde em aceitar o deslocamento para realizarem os atendimentos no interior. “Nós criamos o cronograma baseado nas necessidades locais, analisando sempre a viabilidade administrativa e também do profissional, dessa forma, montamos o calendário que é divulgado com antecedência para os nossos beneficiários”.

A beneficiária Orcilene Ajala foi atendida pelo programa em Jardim. Ela conta que teve uma experiência positiva, “o atendimento foi bom e eu acho bem bacana ter a possibilidade de consultar com especialista na nossa própria cidade”.

Atendida em Sidrolândia, Jessica Diolindo levou o filho para se consultar e, assim como boa parte dos atendidos pelo programa, ela destaca a facilidade de ter o atendimento perto de casa. “Eu gostei muito do atendimento, principalmente por que a gente não precisa se deslocar até Campo Grande. É muito cansativo, principalmente para o bebê. Então, o atendimento vir até aqui é muito bom”, pontua.

O presidente da Cassems, Ricardo Ayache, lembra que a falta ou a má distribuição de médicos, que tem sido tema de debates nacionais, levaram a Caixa dos Servidores a criar o programa. “Nós sabemos o quanto sofremos com a ausência de profissionais em nossas regionais e hospitais. Começamos a criar um grupo de profissionais diferenciados, interessados em caminhar conosco neste atendimento itinerante e que, sobretudo, tenham a esperança de minimizar os problemas de atendimento no interior”, ressalta.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Mia Khalifa cria atrito no pornô internacional ao renegar passado na indústria
ESCOLARES
Modalidades individuais dos Jogos Escolares da Juventude terão como sede Corumbá e Nova Andradina
EMPREGO
MS tem a 4ª menor taxa de desocupação do país no segundo trimestre de 2019, diz IBGE
BRASIL
Remédio para cólica menstrual tem efeito para tratar esquistossomose
GUIA LOPES
Homem é flagrado com couro de onça e multado pela PMA
MELHOR IDADE
Confira os vencedores da etapa do voleibol adaptado e bocha
ESTELIONATO
Homem perde R$ 14 mil ao cair em golpe pela internet
CAMPO GRANDE
Decisão anula TAC que estabelece remoção de empresas de antigo lixão
ENCONTRO
Centro Acadêmico de Medicina realiza I Workshop na capital
BRASIL
Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 24 milhões

Mais Lidas

BR-163
Passageira morre após homem colidir moto contra placa de sinalização em Dourados
DOURADOS
Acidente com morte pode ter ocorrido após motociclista ser fechado por carro
DOURADOS
Homem fica ferido após estouro de equipamento na Cabeceira Alegre
POLÍTICA
PSL lança nome para Prefeitura de Dourados e senadora descarta aliança com tucanos