Menu
Busca quinta, 21 de junho de 2018
(67) 9860-3221
PROJETO

Banheiros poderão ter sistema de alarme para pessoas com deficiência

08 novembro 2017 - 11h23Por Da Redação

Os banheiros destinados para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida poderão dispor de sistema de alarme.

É o que prevê Projeto de Lei apresentado durante a sessão ordinária desta quarta-feira (8/11) na Assembleia Legislativa. O intuito é dar segurança aos usuários em casos de acidente ou incidente.   

De acordo com a proposta, os alarmes terão de ser instalados conforme preceitos da Associação Brasileira de Normas Técnicas, ao lado do assento sanitário, lavabo e box, a uma altura que permita o seu acionamento imediato.

Os banheiros deverão ter uma placa contendo informações sobre a existência do alarme.

Caso se torne lei, os prédios que tenham banheiros para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida terão 180 dias para adequação dos locais. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAUUUU!!
Esposa de Faustão ostenta corpão em viagem por Honduras
ECONOMIA
Caged: 33 mil novos empregos formais foram criados em abril
APROVEITAMENTO
Potencial para transformação de biomassa em energia é amplo em MS
PROCON
Pesquisa aponta variação de quase 40% no preço do diesel na Capital
EXÉRCITO
Prazo para alistamento militar termina em 30 de junho
BRASIL
Câmara aprova novo marco regulatório para transporte de cargas
LEILÃO
Com lances a partir de R$ 10 mil, governo leiloa oito terrenos amanhã
REDE ABEVÊ
Veja vídeo da entrega do carro 0km para ganhadora de promoção
INTERNACIONAL
Trump assina ordem para suspender separação de famílias de imigrantes
DOURADOS
UFGD seleciona empreendimentos para Incubadora de Tecnologias Sociais e Solidárias

Mais Lidas

MS-276
Acidente entre trator e caminhonete mata homem em Dourados
COMPLICAÇÃO APÓS CIRURGIA
Juiz aposentado e ex-diretor da Agepen, Ailton Stropa, morre em São Paulo
RESERVA INDÍGENA
Homem é flagrado nu sobre menina de 7 anos em Dourados
SÃO PAULO
Jovem desaparecido há duas semanas foi preso com 74 kg de cocaína