Menu
Busca quarta, 23 de outubro de 2019
(67) 9860-3221
SE ENTREGOU

Acusado de homicídio se apresenta em Fátima do Sul

20 setembro 2017 - 11h45

No final da tarde de ontem (19), se apresentou à polícia, em Fátima do Sul, Luiz Carlos Ribeiro da Cruz, de 24 anos. Ele confirmou ter atirado contra Aleandro Pereira da Silva, de 33 anos, no final da manhã de segunda-feira (18), entre as Ruas Melvin Jones e Presidente Dutra.

O delegado responsável pelo caso, Marcius Geraldo Santos Cordeiro e investigadores da Polícia Civil de Fátima do Sul, iniciaram as investigações logo após o crime, sendo possível identificar o autor.

O site Siliga News informou que na manhã de ontem (19), o delegado foi comunicado pelo advogado do autor, que ele deveria se apresentar até o fim da tarde para esclarecimentos.

Por volta das 17h30, Luiz se apresentou acompanhado do advogado e confirmou ser o autor do crime. A arma do crime não foi apresentada.

Ainda conforme informações do site, o acusado se limitou a responder as perguntas sobre o motivo do crime. Luiz apenas relatou que na madrugada de domingo (17), teria sido agredido por diversas pessoas [incluindo Aleandro]. Durante o domingo, Aleandro teria passado por diversas vezes em frente ao comércio do acusado, tentando intimidá-lo. Já na manhã de segunda-feira [dia do crime] Aleandro teria ido até o local novamente, momento que ocorreu o crime.

O acusado foi ouvido e liberado em seguida. Em conversa com o Siliga News na manhã desta quarta-feira (20), Marcius Geraldo, relatou que a liberdade do acusado não implica em impunidade. O delegado disse que deverá finalizar o inquérito policial sobre a morte de Aleandro já nos próximos dias, e que Luiz deverá ser intimado novamente para prestar esclarecimentos.

Marcius disse também, que outras pessoas ouvidas deverão ser intimadas para prestarem esclarecimentos sobre o crime.

O delegado comentou que aguarda o laudo técnico necroscópico para apontar o calibre da arma usada, bem como quantos disparos atingiram a vítima, haja vista que Luiz não apresentou a arma usada no crime.

O acusado será indiciado por homicídio qualificado [crime cometido por motivo fútil]. Caso seja condenado, a pena varia de 12 a 30 anos de reclusão em regime inicialmente fechado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UFGD
Evento leva pesquisa e extensão à praça Antônio João nesta quarta
JUDICIÁRIO
STF retoma nesta quarta julgamento sobre prisão após 2ª instância
CIRURGIAS PLÁSTICAS
Juiz manda prender médico Rondon, condenado por mutilar pacientes
INFORME PUBLICITÁRIO
Loja de materiais de construção traz caminhões com pisos direto da fábrica e aquece a briga pelo cliente
TEMPO
Quarta-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove
CHAPADÃO DO SUL
Motociclista morre após ser atingido por carro e arremessado contra muro
ÓLEO
Senadores pedem declaração de emergência ambiental no Nordeste
AMAMBAI
Homem é suspeito de esfaquear a filha após ser denunciado por estuprá-la
PRAZO
Submissão de trabalhos para Jornada de Linguística vai até o dia 30
NOVA ALVORADA
Pastor evangélico é esfaqueado dentro de igreja após culto

Mais Lidas

HAYEL BON FAKER
Homens são presos fazendo sexo em via pública em Dourados
DOURADOS
Três são presos após ‘batida’ em ‘boca de fumo’ no Jardim Pantanal
DOURADOS
“Se não pagar vocês não vão dormir, não vão ter paz”, ameaçou professora indígena presa por extorsão
DOURADOS
Suspeito de extorsão em área de conflito, policial é levado ao Presídio Militar da capital