Menu
Busca quinta, 19 de setembro de 2019
(67) 9860-3221
ASSEMBLEIA

Assembleia lança Frente em Defesa da Saúde Mental e Combate ao Suicídio nesta quarta

21 agosto 2019 - 12h35Por Da Redação

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS) lança, nesta quarta-feira (21), a Frente Parlamentar em Defesa da Saúde Mental e Combate à Depressão e ao Suicídio. O evento, proposto pelo coordenador da Frente, Marçal Filho (PSDB), será realizado às 14h30 no Plenarinho Deputado Nelito Câmara, na Casa de Leis, e contará com a presença de profissionais e representantes de entidades que atuam na área de saúde mental.

A criação do grupo de trabalho objetiva avançar e fortalecer as políticas públicas relativas à saúde mental e, assim, intensificar o combate à depressão e reduzir os índices de suicídio.

Conforme números do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, em 2017 (último dado), 258 pessoas cometeram suicídio em Mato Grosso do Sul. Esse é o maior resultado da série histórica da pesquisa, iniciada em 1996. A quantidade de casos dobrou em duas décadas, com alta de 109%. No período (de 1996 a 2017), foram registrados 4.079 suicídios no Estado.

Essa situação se relaciona, entre outros fatores, a doenças psicológicas, como depressão e diversos tipos de transtornos. “Os números relativos a transtornos são muito altos. Além das pessoas que buscam ajuda e entram nas estatísticas, há aquelas que têm transtornos mentais, como ansiedade exacerbada, síndrome do pânico e depressão, que não são contabilizadas. Por isso, não recebem tratamento adequado, por este motivo não são compreendidas nem pela família”, afirma Marçal Filho.

A Frente Parlamentar em Defesa da Saúde Mental e Combate à Depressão e ao Suicídio foi instituída pelo Ato 38, da Mesa Diretora da ALMS, publicado no Diário Oficial do Legislativo no dia 15 de julho deste ano (veja aqui). Além do coordenador, o grupo é composta pelos deputados Antônio Vaz (PRB), Cabo Almi (PT), Coronel David (PSL), Evander Vendramini (PP), Gerson Claro (PP), Jamilson Name (PDT), Lidio Lopes (PATRI) e Lucas de Lima (Solidariedade), além de representantes de diversas entidades.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TV
Programa coloca cenário artístico do MS no centro do jornalismo diário
BRASIL
Alvo da PF, Bezerra põe o cargo de líder do governo no Senado à disposição
CRIME AMBIENTAL
Grupo é multado em quase R$ 300 mil por desmatamento ilegal
QUEIMADAS
MS recebe suporte do Governo Federal para combate aos incêndios
TEMPO
Pancada de chuva não ameniza e ‘calorão’ continua em Dourados
BRASIL
Maia diz que Fundo Eleitoral é necessário para equilibrar campanhas
COETRAE-MS
Comissão para tratar da erradicação do trabalho escravo é instituída em MS
DOURADOS
Seminário sobre suicídio e violência na população LGBTs+ contou com três palestras nesta quinta
MS
Homem é autuado em R$ 107 mil por desmatamento ilegal
BRASIL
Aluno de 14 anos esfaqueia professor em escola na zona leste de SP

Mais Lidas

DOURADOS
De assaltante frustrado a autor de furto, jovem agora é apontado como assassino frio e cruel
DOURADOS
“Terror”: Empresário foi agredido e ameaçado de morte durante roubo de joias
CRIME BRUTAL
Após matar pai e filho, assassino arrancou cérebro de menor e manteve fogo aceso para queimar corpos
DOURADOS
Interno foge da PED durante trabalho de manutenção