Menu
Busca quarta, 15 de agosto de 2018
(67) 9860-3221
LEGISLATIVO

Aprovado na Assembleia projeto que cria Prêmio de Excelência na Educação

08 novembro 2017 - 16h05

Foram aprovadas seis matérias durante a sessão plenária desta quarta-feira (8/11). Em discussão única, o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 13/2017, de Felipe Orro (PSDB), reconhece o Bovino Pantaneiro como Patrimônio Cultural e Genético em Mato Grosso do Sul.

O Projeto de Lei (PL) 231/2017, de Paulo Corrêa (PR), declara de Utilidade Pública Estadual a Associação Junior Achievement. As duas proposições tiveram pareceres favoráveis aprovados na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR).

Quatro propostas foram analisadas em primeira discussão, todas com pareceres favoráveis da CCJR. O Projeto de Lei Complementar (PLC) 10/2017, do Poder Executivo, cria, na estrutura da Polícia Militar do Estado, o estabelecimento penal militar denominado Presídio Militar Estadual (PME), Centro de Ressocialização Fidelcino Rodrigues (Sargento Baiano), em Campo Grande. 

O PL 154/2017, de Pedro Kemp (PT), altera a emenda e os artigos 2º e 3º da Lei Estadual 3.272, de 9 de outubro de 2006, com o objetivo de facilitar o cancelamento de serviços prestados de forma continuada, acrescendo o plano de saúde e serviços bancários. De Onevan de Matos (PSDB), o PL 182/2017 institui a Semana do Professor e o Prêmio Sul-mato-grossense de Excelência na Educação no Estado.

Já o PL 242/2017, do Poder Judiciário, estabelece a nova composição das Sessões Especiais Cíveis e Criminais do Tribunal de Justiça, modificando e acrescentando dispositivos à Lei 1.511, de 5 de julho de 1994.  

O PL 215/2017, do Poder Executivo, pautado para segunda votação hoje, deverá ser apreciado nas próximas sessões porque o deputado João Grandão (PT) pediu vistas da matéria. A proposta autoriza o Governo do Estado a celebrar termos aditivos aos contratos firmados com a União com base na Lei Federal 9.496, de 11 de setembro de 1997, e na Medida Provisória 2.192-70, de 24 de agosto de 2001, para adoção das condições estabelecidas na Lei Complementar Federal 148, de 25 de novembro de 2014, e pela Lei Complementar Federal 156, de 28 de dezembro de 2016. Permite ao Estado refinanciar as dívidas com o Governo Federal. O PL obteve pareceres favoráveis da Comissão de Serviço Público, Obras, Transporte, Infraestrutura e Administração e da Comissão de Finanças e Orçamento da Casa de Leis.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PATRIMÔNIO PÚBLICO
Secretário alega furto de 400m de fiação e pede ajuda da população para denúncia
COPA DO BRASIL
Após empate no Sul, Flamengo recebe o Grêmio por vaga na semifinal
POLÍTICA
Após desistência de candidato, Odilon diz não aceitar covardes ao seu lado
ANASTÁCIO
Acidente na BR-262 deixa motorista morto
ELEIÇÕES 2018
Mochi terá Tânia Garib como sua vice na disputa pelo governo
ARTIGO
Evolução no judiciário
ROBÓTICA SESI
Clube de Robótica do Sesi prepara crianças para profissões do futuro
AUSTERIDADE
Novo presidente do Paraguai promete combater a impunidade
LAVA JATO
Moro adia interrogatório de Lula no processo envolvendo o sítio de Atibaia
RIBAS DO RIO PARDO
PMA autua empresa pecuarista em R$ 21 mil por exploração ilegal de madeira

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia não descarta crime passional em caso de cabeleireiro morto a facadas
DOURADOS
Motociclista invade a contramão e executa homem no Piratininga
DOURADOS
Homem é encontrado morto dentro de veículo estacionado em acostamento
DOURADOS
Casal é preso por tráfico no João Paulo II após denúncia de populares