Menu
Busca Domingo, 17 de Dezembro de 2017
(67) 9860-3221
Sertão Campanha - Dezembro2017
BRASIL

Após denúncia lida, Câmara vai notificar Temer

26 Setembro 2017 - 19h05

A denúncia contra o presidente Michel Temer e os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Secretaria-geral, Moreira Franco, foi lida na tarde de hoje (26) no plenário da Câmara dos Deputados. Agora, caberá à Câmara notificar o presidente e os ministros sobre a denúncia, o que só deve ocorrer amanhã (27). A leitura da peça, que tem 260 páginas, durou cerca de cinco horas e meia.

Coube a deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO), segunda-secretária da Mesa da Câmara, fazer a maior parte da leitura da peça. A outra parte foi lida pelo deputado JHC (PSB-AL), que é o terceiro secretário da Câmara. A denúncia elaborada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente, ministros e outros peemedebistas é pelos supostos crimes de organização criminosa e obstrução da Justiça. A peça foi apresentada pelo ex-procurador Rodrigo Janot e encaminhada ao Supremo Tribunal Federal (STF), que a aceitou e encaminhou a denúncia à Câmara.

A notificação ao presidente e aos ministros ocorrerá de forma individualizada, ou seja, cada um será notificado e receberá uma cópia da peça. O Palácio do Planalto informou que, a exemplo do que ocorreu na notificação da primeira denúncia contra o presidente, caberá ao subchefe de Assuntos Jurídicos da Casa Civil, Gustavo do Valle Rocha, receber as três notificações.

As notificações deverão ser entregues amanhã (27), uma vez que ainda é necessário fazer a cópia do material da denúncia encaminhada à Câmara pelo STF. Ainda não está definido quem fará a entrega das notificações, mas na primeira denúncia o documento foi levado ao Palácio do Planalto pelo primeiro secretário da Câmara, deputado Giacobo (PR-PR).

Depois que os denunciados forem notificados, será encaminhado uma cópia da peça também à Comissão de Constituição e de Justiça (CCJ) da Câmara, onde a denúncia será apreciada. Os denunciados têm até 10 sessões plenárias da Casa para apresentarem suas defesas. A partir daí, a CCJ tem cinco sessões para apreciar a matéria, votar e encaminhar a deliberação ao plenário da Câmara.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PLEITO
Crea/MS divulga resultado parcial da eleição para nova diretoria
FRUSTRADO
Mulher é assaltada quando chegava em casa na Vila Aurora
EXPANSÃO
Novo voo internacional ligará MS a nove países até 40% mais barato
DOURADOS
Após denúncia polícia fecha “Boca da Jéssica” no João Paulo II
POLÍTICA
Tucano que votar contra reforma da Previdência será punido, diz Alckmin
TRÁFICO
Homem é preso com 715 quilos de maconha na MS-276 em Indápolis
TELEVISÃO
Grazi Massafera já pensou em deixar de ser atriz; "não amava o que fazia"
ACORRENTADO
Recuperada caminhonete de homem encontrado no rio Dourados
EDUCAÇÃO
UFGD oferece 36 cursos de graduação pelo sistema do SISU
MESMO CRIME
Dois são condenados em processo envolvendo filho de desembargadora

Mais Lidas

2016
Polícia investiga possível homicídio em queda de avião no MS
HAYEL BON FAKER
Bilhete de pedágio “denuncia” e dupla é presa em Dourados após furto em Rio Brilhante
DOURADOS
Homem é preso após ser flagrado empurrando moto furtada
MANTIDO EM MS TAMBÉM
Governo mantém horário de verão para 2018, mas reduz tempo de duração