Menu
Busca terça, 18 de junho de 2019
(67) 9860-3221
RIO NEGRO

Ambiental fecha segunda olaria ilegal e autua proprietário em R$ 5 mil

26 maio 2019 - 19h24Por Da Redação

Durante fiscalização ambiental na zona rural do município, a 11 km da cidade, Policiais militares ambientais de Rio Negro fecharam mais uma olaria ilegal e autuaram no sábado (25/5), o proprietário de 44 anos, por funcionar a atividade poluidora sem autorização ambiental.

As atividades foram interditadas, até que o infrator legalize a olaria junto ao órgão ambiental.

O infrator, residente em Rio Negro, foi autuado administrativamente e recebeu multa de R$ 5.000,00 e também responderá por crime ambiental de funcionar atividade potencialmente poluidora sem autorização.

Se condenado, poderá pegar pena de um a três anos de detenção.

No dia 23, a PMA de Rio Negro já havia fechado outra olaria que também funcionava sem a licença ambiental.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Em cenário paradisíaco, Letícia Lima brinca: "estou insuportável"
CAMPO GRANDE
Mãe procura rapaz de 21 anos que desapareceu no último sábado
UEMS
Estão abertas as inscrições para o Programa de Mobilidade Nacional
JUSTIÇA
Homem é condenado por esfaquear mulher e terá que pagar R$ 8 mil
TRÂNSITO
Mais de 233 mil veículos devem passar pela BR-163 no feriado
POLÍTICA
Cinco partidos de oposição anuncia obstrução à reforma da Previdência
DIA 24
Luiza Brunet será empossada embaixadora do Mãos EmPENHAdas
RURAL
Plano Safra terá R$ 225,59 bilhões em créditos para agricultores
CAMPO GRANDE
Mulher vai ao salão de beleza e quando sai encontra veículo incendiado
POLÍTICA
Senado aprova parecer que pede suspensão dos decretos das armas

Mais Lidas

AQUIDAUANA
Douradense desaparece nas águas do rio Aquidauana durante banho
PARAGUAI
Motim termina com 10 mortos e presos queimados e decapitados
DOURADOS
Perseguição na Coronel Ponciano termina com homem preso e apreensão de mais de 700kg de maconha
MASSACRE EM SAN PEDRO
Ministro paraguaio promete expulsar membros do PCC após motim com 10 mortos